Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Bem-vindo
   Missão
   Agenda
   Notícias
   Loja
   Directório
   Pesquisa
   Marco Histórico §
   Guia de Sânscrito
   NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Agenda
Ano anteriorMês anterior   Mês seguinteAno seguinte
S T Q Q S S D
             
             
             
             
             
             

 9 de Setembro de 2017 


Literatura e Pensamento

O Mito de Orfeu na Literatura e na Música
Ciclo
Orfeu é um dos temas míticos fundamentais da cultura ocidental, desde a Antiguidade clássica até à ópera que nele se baseia, tendo sido usado por poetas, filósofos e músicos para expressar um conjunto de ideias sobre o poder transformador da música. Várias obras literárias e musicais deram consistência ao Mito de Orfeu. Libretistas, escritores, poetas como Politian, Rilke e Cocteau convocam Orfeu como meio de expressarem o sentido do lugar da música na existência humana.
Muitas mais são as obras musicais nele inspiradas, tanto no domínio do Lied (com destaque para Schubert), até à musica sinfónica, vocal-sinfónica (“Orpheus in the Underworld” de Offenbach, até ao Poema Sinfónico "Orpheu" de Liszt) e, de modo mais espectacular, no âmbito da música teatral. Aí encontramos obras famosas do repertório lírico. O "Orfeu e Eurídice" de Gluck e Monteverdi, mas também óperas menos conhecidas (ainda no século XVII), Krieger, Sartorio, Landi, e, em anos mais recentes, Birtwistle, Dove ou Robertson.

O curso oferecerá uma vasta panorâmica sobre a música inspirada pelo Mito de Orfeu, através dos séculos. Nele serão desmontadas algumas das suas mais surpreendentes tramas. As sessões serão profusamente ilustradas com excertos áudio-vídeo das obras musicais e músico-teatrais mais representativas.

4,11,25 setembro e 2 de outubro | Sala Sophia de Mello Breyner Andresen
18 setembro | Sala Luís de Freitas Branco
Concepção e Orientação Miguel Santos Vieira



Local: Centro Cultural de Belém

De 04 Set 2017  a  02 Out 2017

Horário: 18h

sugerir imprimir


Feira do Livro

No dia 1 de Setembro tem início a Feira do Livro do Porto.

Como é habitual as Publicações Maitreya marca a sua presença no stand nº 63.

Local: Porto

De 01 Set 2017  a  17 Set 2017

Horário:

sugerir imprimir


Temporada de Recitais da OCCO

Museu Condes de Castro Guimarães | Museu da Música Portuguesa Cascais e Estoril

A Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO), fundada em 2000, é uma formação apoiada pelas Câmaras Municipais de Cascais e de Oeiras e pela Direção Geral das Artes.
A OCCO é atualmente um elemento fundamental da vida cultural dos Concelhos de Oeiras e de Cascais através de uma programação variada, com uma temporada intensa dividida entre concertos sinfónicos, recitais de música de câmara, e atuações em quase todas as regiões de Portugal e várias apresentações no estrangeiro.

Temporada de Recitais de julho a dezembro de 2017

JULHO |COMEMORAÇÃO DOS 86 ANOS DO MUSEU CONDES DE CASTRO GUIMARÃES
15 Julho | 21h30
Museu Condes de Castro Guimarães - Jardins Exteriores

OUTUBRO |GRANDES OBRAS DE MÚSICA DE CÂMARA III
21 Outubro | 18h00
Museu de Música Portuguesa

NOVEMBRO |GRANDES OBRAS DA MÚSICA DE CÂMARA V
18 Novembro | 18h00
Museu da Música Portuguesa

NOVEMBRO | VIVA VIVALDI
25 Novembro | 21h30
Museu Condes de Castro Guimarães - Sala da Música

Custo: 3,00€ | 1,50€ +65, estudantes e crianças até 6 anos | bilhetes à venda em CTT | Fnac | Worten | El Corte Inglês | www.bol.pt | equipamentos do Bairro dos Museus
Público alvo: maiores 6 anos
Organização: Câmara Municipal de Cascais | OCCO
Apoio: Fundação D. Luís I
Informações: 214 643 461 | geral@occo.pt | http://occo.pt/homepage/




Local: Cascais

De 15 Jul 2017  a  25 Nov 2017

Horário: 21h30

sugerir imprimir


Concertos - 43º Festival de Estoril

Consultar info de horário no detalhe

Consultar info no site da organização

O 43º Festival de Estoril Lisboa, Um festival com património, abre um novo ciclo antecipando a celebração do Ano Europeu do Património Cultural em 2018. O Concerto de Abertura apresenta a estreia absoluta da Cantata Vera Cruz, para coro, orquestra e narrador, de Nuno Côrte-Real, encomenda do festival a partir da Carta de Pêro Vaz de Caminha a El-Rei D. Manuel sobre o achamento do Brasil. Celebrando Passado e Presente enriquece o projecto Mare Nostrum e associa-se a Lisboa Capital Ibero-Americana de Cultura 2017. É neste último que se integra a homenagem ao pintor Bartolomé Murillo, no 4º Centenário do seu nascimento, realçando o conceito Tradição-Inovação em quatro concertos de seis séculos de música espanhola. Do mesmo modo, o Concerto de Encerramento no Palácio Nacional de Belém, culmina a trajectória do festival em torno da sua relação com o património arquitectónico e o encontro de culturas. Um festival com património não pode deixar de celebrar a juventude e os novos valores premiados pelo Concurso de Interpretação do Estoril.
Presente e Futuro estão no 5º Festival Jovem.
Sejam Bem-vindos ao Festival!

Jul15Sáb + datas
+ Datas
15 de julho, Sábado
21 de outubro, Sábado
18 de novembro, Sábado
25 de novembro, Sábado
Voltar
Consulte horário no detalhe



Local: Centro Cultural de Cascais

De 01 Jul 2017  a  25 Nov 2017

Horário:

sugerir imprimir


Madonna

Tesouros do Museu do Vaticano

Cerca de 70 obras de arte proveniência italiana, representativas da Virgem Maria, fazem parte da mostra, “Madonna-Museus do Vaticano”, a inaugurar a 19 de Maio, no Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa


Local: Museu Nacional de Arte Antiga

De 19 Mai 2017  a  10 Set 2017

Horário:

sugerir imprimir


VII Ciclo de Concertos a 6 Órgãos

VII Ciclo de Concertos a 6 Órgãos, 2017

Basílica do Palácio Nacional de Mafra

2 de Abril às 16h a 3 de Dezembro às 17h

Temos, na Basílica do Palácio nacional de Mafra, uma situação que, pela sua singularidade é única em todo o mundo – seis órgãos concebidos e dispostos para tocarem conjuntamente e que configuram uma realidade patrimonial de excepção.
Construídos por Joaquim António Peres Fontanes e António Xavier Machado e Cerveira, em 1806 e 1807, os seus 11.444 tubos, em que o maior tem 6,98 metros e o menor 24 milímetros, propiciam uma vivência cultural só possível neste monumento.

Restantes concertos:
7 de Maio, 4 de Junho, 2 de Julho, 6 de Agosto, 3 de Setembro, 1 de Outubro, 5 de Novembro

Bilhete único de 5 euros

Reservas a partir de Março de 2017-03-21
Telef: 261 817550
Palácio Nacional da Mafra


Local: Basílica do Palácio Nacional de Mafra

De 02 Abr 2017  a  03 Dez 2017

Horário: 16h

sugerir imprimir


A Índia Visual

Ciclo de Conferências

Até 29 Novembro - Entrada livre

O ciclo A Índia Visual pretende pensar a cultura visual na Índia como ponto de partida para a reflexão de diversas temáticas: arte, religião, política, consumo, género, publicidade, media, entre outras.
As sessões desdobram-se em conferências, mesas redondas e mostras de filmes/documentação audiovisual com a presença de investigadores, académicos e outras personalidades ligadas à Índia e às múltiplas dimensões da cultura visual. Desta forma, será possível levantar questões acerca da Índia contemporânea.
Além da abordagem teórica e temática, dar-se-á continuidade à apresentação e análise de objectos pertencentes à Colecção Kwok On, iniciada no ciclo de conferências A ÍNDIA RITUAL realizada no ano anterior.

22 Março
3ª Sessão | Mónica Esteves Reis (CHAIA-UÉ)
Diálogos do Sagrado: as máscaras rituais Bhuta do Sul de Karnataka
19 Abril
4ª Sessão | Jason Fernandes ((CRIA-IUL)
As Glórias desconhecidas do Imam: O Silêncio, a Ausência e o Islamicate na Índia da Colecção Kwok On

Próximas sessões, temas e datas, a anunciar.
Uma organização do Museu do Oriente em colaboração com o CRIA – Centro em Rede de Investigação em Antropologia





Local: Museu do Oriente

De 22 Mar 2017  a  29 Nov 2017

Horário: 18.30

sugerir imprimir
topo
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®