Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Bem-vindo
   Missão
   Agenda
   Notícias
   Loja
   Directório
   Pesquisa
   Marco Histórico §
   Guia de Sânscrito
   NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Agenda
Ano anteriorMês anterior   Mês seguinteAno seguinte
S T Q Q S S D
             
             
             
             
             
             

 20 de Outubro de 2019 


O Sonho de Gandhi

Bahusutra: As Linhas da Paz

Dança Clássica Indiana

Auditório
Espectáculo com Lajja Sambhavnath, Tarikavalli, Enakshi Sinha

No fim da minha linha, eu desato os nós que me seguram e aumento a minha Esperança...

SUTRA uma palavra em sânscrito que significa “linha”, tenta entretecer o conhecimento através de uma linha, “À Volta e Por Dentro”.
A visão de Mahatma Gandhi era para unir o país a tecer várias sutras:
• Swadeshi: um modo de vida não-consumista
• Auto-estima
• Desenvolver todos os estratos da sociedade
• Igualdade De Todas as Religiões

Esta produção de Dança Clássica Indiana encontra “sutras” comuns entre o sonho de Gandhi e a visão dos três Gurus: Padmabhushan Kumudini Lakhia, e os já falecidos Professores U S Krishna Rao e Padma Vibhushan Kelucharan Mohapatra. Estes grandes mestres foram responsáveis por moldar as três formas primárias de Dança Clássica Indiana até então menosprezadas, representadas aqui por três célebres dançarinas Lajja Sambhavnath (Kathak), Tarikavalli (Bharatnatyam) e Enakshi Sinha (Odissi), que são portadoras das suas linhagens. Todos estes três gurus desenvolveram o seu trabalho dentro das narrativas do nacionalismo anticolonial exposto por Gandhi, que influenciou em grande parte o seu trabalho.
Por isso enquanto Gandhi teceu a linha de luta pela independência, os três gurus fiaram o tecido da dança ‘new age’ pré e pôs independência para o desenvolvimento da sociedade e assim da nação.
BAHUSUTRA tece quatro elementos-chave que entrelaçam a visão de Gandhi e o trabalho destes três Gurus.

Duração 90’, sem intervalo
€10 (descontos em vigor)

Co-organização | Embaixada da Índia e Isha Artes
Apoio | Comunidade Hindu de Portugal (CHP), Centro Dance de Oeiras (CDO), Mrudang Dance Academy (Canada), Tarikavalli Foundation

Local: Museu do Oriente

Em: 20 Out 2019

Horário: 19h

sugerir imprimir


Ciclo de Filosofia

Literatura e Pensamento
Ciclo de Filosofia
Pensar o Humano
Grandes Temas da Filosofia Ocidental
Coordenação e orientação Prof. Miguel Santos Vieira

O escopo deste ciclo é dar a conhecer os grandes temas da Filosofia Ocidental, compreendidos como problemas da fenomenologia e do mundo da vida e o modo como afectam o sentido da situação em que os humanos se encontram. É com esse intuito que faremos um percurso através das várias escolas e correntes de pensamento, reconhecidas nas suas diferenças, sem deixar de considerar o questionamento que lhes deu origem. Serão destacadas assim as principais teses no processo de identificação do humano, desde os filósofos pré-socráticos até aos filósofos do século XX, interligando diversas perspectivas da Filosofia Antiga e Filosofia do Conhecimento até à Ontologia, Antropologia e Filosofia Contemporânea. O itinerário proposto é também uma oportunidade para responder ao desafio constituído pelos novos problemas que o ser humano encontra hoje no esforço de compreensão de si próprio, do outro e do mundo. Este ciclo, no seu todo, procura recuperar a unidade de sentido daquilo que entendemos como Filosofia, que está a determinar a importância e a lucidez de todas as situações da vida em que de cada vez nos encontramos e que, em primeira e última instância, correspondem à eclosão da pergunta sobre o sentido do ser e do tempo.
MIGUEL SANTOS VIEIRA
o autor escreve segundo antiga ortografia

Datas:
17 de outubro de 2019 | 18:00 às 19:00
24 de outubro de 2019 | 18:00 às 19:00
31 de outubro de 2019 | 18:00 às 19:00
7 de novembro de 2019 | 18:00 às 19:00
14 de novembro de 2019 | 18:00 às 19:00

Centro de Congressos e Reuniões - Piso 1
Produção | CCB



Local: Centro Cultural de Belém

De 17 Out 2019  a  14 Nov 2019

Horário: 18h às 19h

sugerir imprimir


Três Embaixadas Europeias à China

Inauguração | 8 Novembro | 18.30

Até 21 Abril ‘19

Comissário Jorge dos Santos Alves

A exposição Três Embaixadas Europeias à China possui como tema central a história dos contactos político-diplomáticos entre a Europa e a China ao longo de cinco séculos (de meados do século XIII a medos do século XVIII). Essa história teve múltiplos ciclos, avanços e recuos, entendimentos e rupturas, mas teve como constante o protagonismo de vários portugueses. Protagonistas que representavam o Estado português, outros estados europeus, o Papado, ou a cidade de Macau. São três destes protagonistas, Frei Lourenço de Portugal, Tomé Pires e Francisco Pacheco de Sampaio, que escolhemos para ilustrar a temática central da exposição. É em torno destes três protagonistas que se estrutura a exposição, por isso dividida em três núcleos.

Teremos assim o primeiro núcleo dedicado a Frei Lourenço de Portugal, nomeado embaixador ao Império Mongol pelo Papa Inocêncio IV, em 1245; o segundo núcleo dedicado a Tomé Pires e à sua embaixada à China Ming, (em 1515); o terceiro núcleo centrado na embaixada de Francisco Pacheco de Sampaio ao imperador Qianlong, da dinastia Qing, em 1752.
Em cada um dos três núcleos, o percurso biográfico de cada um dos três diplomatas portugueses é entendido no seu tempo e contexto, no quadro nacional, mas também europeu. O quadro europeu sempre entendido na sua articulação com a mundividência e os desígnios expansionistas iniciados pelas Cruzadas e continuados e fortemente amplificados depois do século XVI e com fortes marcas de continuidade até ao século XVIII. Num outro plano, procura-se contextualizar o desenvolvimento destas três missões diplomáticas, tanto do ponto de vista da história política interna da China, quanto do ponto de vista da política externa chinesa para o Mar da China, a Ásia do Sueste e mesmo o Oceano Índico na sua globalidade.


Local: Museu do oriente

De 08 Nov 2018  a  21 Abr 2021

Horário:

sugerir imprimir
topo
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2019, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®