Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Nutrição
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Manter o equilíbrio psicossomático é possível através de certos requisitos, e de entre eles, a alimentação. A solução de doenças quando em curso, bem como a sua prevenção, passa por regras de nutrição, que afinal, deveriam já estar incluídas como imprescindíveis, ao bom funcionamento do organismo físico do ser humano.



pág. 1 de 2
Hortaliças e longevidade

de Spiritus Site

em 02 Out 2011

  As pessoas que comem mais frutas e verduras, especialmente da família das crucíferas, como os brócolos, o repolho ou a couve-flor tendem a viver mais tempo. Esta é uma das conclusões positivas do estudo realizado pelo especialista Xianglan Zhang da Faculdade de Medicina da Universidade Vanderbilt (Estados Unidos) que recomenda o aumento do consumo de verduras para promover a saúde cardiovascular e a longevidade.

Numa investigação publicada na American Journal of Clinical Nutrition, que resultou de um amplo questionário sobre os hábitos e a saúde, responderam mais de 135.000 participantes adultos de Shanghai (China). Ao fim de cinco anos, 4% (porcento) dos inquiridos tinham falecido, a análise dos dados demonstrou que a mortalidade, tanto em homens como mulheres, tinha sido 15% menor entre os que comiam mais frutas e verduras. A diferença foi maior ao analisar o consumo de crucíferas.

Os investigadores usaram o mesmo padrão ao estudar a mortalidade por enfermidades cardíacas, que foram responsáveis por um quarto de todas as mortes. Também concluíram que outros factores, como o peso, o exercício físico, a idade, o consumo de vitaminas e o tabagismo podem explicar as diferenças referidas entre quem consome mais verduras ou menos.

Fibras e fitoquímicos
As hortaliças beneficiam a saúde de várias maneiras. Por um lado, contêm fibras que facilita o processo digestivo, o equilíbrio da flora intestinal e regulam os níveis de açúcar no sangue. Por outro, também proporcionam vitaminas e minerais, mas sobretudo, contém substâncias químicas que colaboram com o sistema imunitário. As crucíferas, em concreto, possuem compostos açucarados, como o sulforafano, a que se atribuem propriedades anticancerígenas e antioxidantes. Estudos anteriores tinham relacionado o seu consumo com uma menor incidência de cancro de próstata, pulmão, estômago, cólon e recto. No entanto, o estudo do investigador Zhang, não encontrou grande evidência de que comer frutas e verduras estava associado a um risco menor de desenvolvimento de cancro. Contudo, incentivou a população a consumir mais vegetais frescos para desfrutar de uma vida mais longa e saudável.

Couve – galega. É uma variedade de couve mais rica em princípios nutritivos. Destaca-se especialmente o seu conteúdo em beta-caroteno (provitamina A), vitamina C e nos minerais potássio, cálcio e manganésio e, ainda muito rico em clorofila e em fibra vegetal.
Couve – chinesa. O seu valor nutritivo é muito reduzido em termos de hidratos de carbono, gorduras e proteínas, portanto em termos de calorias (apenas 16 kcal/100g) Em contrapartida contém muito beta-caroteno (provitamina A) e bastante vitamina C.
Couve-de-bruxelas. Muito ricas em vitaminas (especialmente A e C) e minerais: potássio, cálcio, ferro e enxofre. Salientam-se entre as restantes couves por serem a variedade com maior percentagem de hidratos de carbono e proteínas.
Couve-rábano. As folhas da couve-rábano são ricas em vitaminas e minerais, à semelhança das outras couves. É notável o seu conteúdo em magnésio e em beta-caroteno.
Brócolos. Entre todas as couves pertencentes à família das crucíferas, evidenciam-se por ser uma das mais ricas em proteínas, em cálcio, e em provitamina A (beta-caroteno) e vitamina C. Ricos também em potássio e pobres em sódio. Contém elementos fitoquímicos sulfurados de acção anticancerígena.
Couve-flor. Contém pequenas quantidades de hidratos de carbono e de proteínas e praticamente nenhumas gorduras. Contém provitamina A, vitaminas B, C e E e especialmente a C. Quanto a minerais é muito rica em potássio e pobre em sódio e tem quantidades significativas de cálcio, magnésio, fósforo e ferro.
Couve-branca e couve-lombarda são as que contêm menos nutrientes que as outras variedade de couves.

Pesticidas nos alimentos
Cada vez é mais frequente encontrar alimentos com presença de pesticidas. Os alimentos que podem conter mais contaminação são as maçãs, o aipo, as fresas, os pêssegos, os espinafres, as nectarinas, as uvas, os pimentos e as batatas.
Os mais livres de tóxicos são as cebolas, os espargos, as beringelas, os melões e os kiwis.

A necessidade de ingerir água regularmente.
  (... continua) 
topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®