Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Sagrados
Sugestões de Leitura
Especiais
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Em Especiais encontrarão temas que pela sua profundidade, merecem distinção e como tal são jóias preciosas para se guardar religiosamente no coração.

pág. 1 de 4
Luz do Santuário

de Geoffrey Hodson

em 12 Ago 2013

  Geoffrey Hodson foi indubitavelmente um portador da luz; sábio e compassivo, ele praticava o que pregava. Seu legado inclui cerca de sessenta livros e livretos sobre vários assuntos, quase todos valendo-se de seus dons extras sensoriais para a pesquisa ocultista ou oriundos de instruções específicas de seus Mestres instrutores. “Luz do Santuário, o Diário Oculto de Geoffrey Hodson” é o coroamento de sua obra, pois um dos objectivos do livro foi apresentar um exemplo real da vida de um discípulo iniciado. A obra tem duas partes distintas. A primeira é de natureza auto-biográfica apresentando fatos marcantes da vida de Geoffrey Hodson. Verificamos que um verdadeiro discípulo é protegido até mesmo no plano físico, como ocorreu com Geoffrey duas vezes na sua infância e pelo menos outras duas enquanto ele serviu no exército britânico, durante a primeira grande guerra mundial, quando sua vida foi salva por meios ‘misteriosos’, para usar o termo empregado pelo autor. Os fenómenos ocultos começaram cedo para ele.

O Diário Oculto de Geoffrey Hodson

Introdução da Versão em Português

Com a idade de uns cinco anos teve a experiência de ver uma figura parecida com um pássaro de fogo, saindo do interior do sol e entrando em seu corpo pelo topo da cabeça, causando uma intensa sensação de queimação em todo seu corpo. Mais tarde Geoffrey veio a saber que aquela experiência foi o instrumento usado por um deva kundalini para restabelecer a capacitação de seus dons paranormais em seu corpo físico.

Suas visões de espíritos da natureza, fadas e devas levaram-no a um maravilhoso contacto com um grande Arcanjo, o Maha-Deva Bethelda, que se ofereceu para instruí-lo sobre o reino angélico. Esse contacto foi mantido ao longo de sua vida. Com isso Geoffrey foi capaz de investigar o papel dos anjos (§) nos processos de cura, no auxílio e protecção do feto e de sua mãe (§) durante a gestação, na activação e estímulo dos processos da natureza em seus vários reinos. Geoffrey produziu várias obras sobre os anjos e suas actividades no mundo. Uma dessas obras leva o convite para o estabelecimento de uma “Fraternidade de Anjos e de Homens”.

Com o desenvolvimento de seus poderes extras sensoriais, Geoffrey foi convidado para participar de vários experimentos científicos relacionados com espécimes pré-históricos, os processos de cura e gestação, e também sobre a natureza da matéria. Realizou pesquisas ocultistas relacionadas com vários aspectos da vida de Francis Bacon, da influência da música e dos mantras, bem como de outros temas. A descrição dos métodos de investigação utilizados é de grande interesse para o estudante de ocultismo.
Raul Branco, Junho de 2013

ÍNDIA
... Mais ao sul, mais beleza em Tiruvannamalai (prestem atenção no prefixo “Tiru”, “sagrado”) um templo sagrado muito antigo no sopé da famosa montanha de Arunachala, tornada conhecida no ocidente por Paul Brunton, em seu livro A Índia Secreta, onde ele fala sobre ela e sobre seus contactos com Shri Ramana Maharishi, a respeito de quem eu falarei um pouco. A montanha é tida como uma das cadeias de montanhas mais velhas da Índia, e tem sido considerada como uma montanha muito sagrada há bastante tempo. A palavra “Arunachala” significa “visão de luz” ou “farol de luz”, e é considerada como sendo um centro de poder do Terceiro Aspecto da Trimurti, que simplesmente quer dizer “três poderes”, e é a palavra indiana ou sânscrita para “Trindade”. Aos pés do monte existe um templo muito antigo, sendo uma das entradas, ou gopurams, muito mais velha do que o resto.

Do outro lado da montanha ainda se encontra o ashram de Shri Ramana Maharishi, cuja história é muito esclarecedora... Ele costumava ensinar numa grande sala onde ficava deitado num divã com as pessoas no chão rodeando-o por todos os lados. De todas as partes do mundo pessoas como Brunton vinham procurá-lo para se sentar a seus pés e fazer perguntas a ele, ouvindo suas alocuções sábias sobre a vida espiritual. Ouvi muitos que o conheceram testemunhar sobre uma peculiaridade do sábio. Você não precisava fazer suas perguntas, mas meramente sentar-se com ele e a resposta apropriada, mais cedo ou mais tarde, iria aparecer em sua mente sem nenhuma pergunta ou resposta verbal. Ele era profundamente venerado por um grande número de pessoas, e veio a ser chamado de “Maharishi”, que significa “grande Rishi”.

Foi-me concedido o privilégio de ir ao quarto em que Shri Ramana Maharishi vivia. O pequeno quarto era considerado como particularmente santificado, e eu sentei-me ali onde todas suas coisas estavam: sua bengala, umas poucas tigelas e um incensário para pujas. Tudo parecia ter sido mantido como estava quando o corpo foi retirado do quarto. Achei então que deveria aproveitar a oportunidade para ver se sua influência ainda estava ali, como senti que estava, e iria fazer uma pergunta mentalmente. Então, meditei por algum tempo até que senti definitivamente em contacto com ele em mundos mais elevados.
  (... continua) 
topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®