Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Sagrados
Sugestões de Leitura
Especiais
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
A finalidade de “Sugestões de Leitura” é colocar em destaque obras, cujo valor espiritual merecem um olhar atento, mais profundo, em consonância com a temática da secção em que se insere.

pág. 1 de 1
da Alma ao Espírito

de Pedro Teixeira da Mota

em 18 Jun 2015

  A peregrinação humana na existência terrena é de certo modo uma caminhada de descoberta da alma, do Universo e do Espírito e para tal convergem estes 33 textos escritos ao longo dos últimos anos, testemunhando tal demanda de autoconhecimento e da riqueza, essência e harmonia dos fenómenos, seres e Divindade. Sempre que escrevemos sobre tão múltipla procura reatamos demandas e navegações antigas e tentamos ir mais longe, chegar a mais claras orlas e terras, descobrir outros aspectos subtis da vida e, portanto, sentir, ver e compreender mais profundamente mistérios como os do Amor e da Morte, a Palavra, o Diálogo e o Livro, a Educação para a Paz e a Guerra, a Peregrinação e o Anjo, a Alma e o Espírito, o Além e a Divindade.

Neste livro participamos então em 33 navegações de aproximação a tais constelações e nelas são também desferidas setas ardentes que rasgam a noite e mostram caminhos por entre as dúvidas do quotidiano, a mediania da sociedade e as trevas do desconhecido, quais faróis espargindo a sua luz por entre as ondas e neblinas, medos e manipulações.

Por vezes, ecos de vozes indicam-nos o caminho para a frente, noutras vezes as inspirações acontecem e subitamente a navegação desvenda um mar harmonioso onde a luz bate mais forte, clarificando as nossas almas e tornando-as mais transparentes à verdade das coisas e dos seres, à missão e destino criativo de cada um, ao Espírito individual e Absoluto.

Poderemos dizer em geral que a Alma é feminina e amorosa e procura o Espírito masculino e consciência pura e das bodas entre os dois nasce o Um, o Andrógino, o Ser espiritual que já é tanto um como o outro, na aspiração e realização do Amor unitivo e da Consciência conhecedora, os quais cingem os mistérios da Vida e reconhecem e recriam o Belo, o Bem e a Verdade no Cosmos.
A inspiradora fotografia da capa, realizada pela Alice Batista, fotógrafa criativa de Castelo Branco, e gerada ou intuída na sua jovem filha Cristiana, aponta ou sugestiona algo de tal aspiração e demanda, ideal e união, nomeadamente com as suas meias faces de sombras e luz que todos temos e que nos cumpre harmonizar na procura da Verdade e da Justiça e na manifestação do Amor e da Sabedoria.

Com a idade, a alma ou psique de cada um, o mar imenso de milhões de partículas e ondas que formam o conjunto das suas tendências e emoções, sentimentos e pensamentos, vai-se caracterizando e definindo e, ao fortificar as suas ligações com o Espírito, com a Centelha Divina e individualidade íntima, torna-se uma alma já não meramente animal ou racional, mas também e primacialmente estética e ética, ecológica e compassiva, sábia e espiritual, aberta ao Cosmos e aos seus seres, com os sentidos espirituais e o discernimento mais despertos.

A tal passagem se chama o Caminho que se vai fazendo e este livro testemunha essencialmente tal demanda, em alguns aspectos, e são meditações e reflexões, intuições e desvendamentos partilhados com o objectivo de poderem ajudar outras almas no Caminho a compreender melhor os sentidos da Vida, a conhecer alguns ensinamentos tradicionais e a receber ou a despertar mais a Luz, o Amor e o Poder nas suas peregrinações ou vidas.

É verdade que tenho muitos outros escritos e que mesmo estes poderiam ser mais aprofundados e desenvolvidos antes de serem publicados mas, mesmo assim, eles contém já certas realizações e impulsos para quem os ler ou até praticar e dialogar...

Claro que devo muito à Divindade, aos Mestres, ao Anjo (§) da Guarda, aos Espíritos da Natureza, aos antepassados e aos amigos e amigas com quem mais me relacionei, dialoguei e meditei ao longo de anos de peregrinações e meditações, provações e realizações e por isso lhes dedico muito grato esta obra, na grande unidade da Filosofia Perene, da grande Alma do Mundo ou do corpo Místico da Humanidade...

Da Alma ao Espírito, da nossa personalidade adolescente à individualidade integrada e lúcida, que coopera na Harmonia das Esferas e Arquétipos Celestiais na Terra, na desvendação crescente do Ser e na abertura amorosa à Divindade, seja então a chama ascendente ou semente frutificante que brote em ti, alma leitora e amiga.
   


topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®