Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Sagrados
Sugestões de Leitura
Especiais
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
pág. 2 de 2
Demanda dos Anjos

de Pedro Teixeira da Mota

em 31 Mar 2017

  (...anterior)
Certamente que uma das melhores orações é a da quietude amorosa com ele, quando conseguimos não nos dispersarmos por múltiplos pensamentos mas conseguimos sentir o nosso amor por ele e como que vê-lo sobre nós, ou mesmo descendo e fundindo-se connosco, o que pode culminar na graça de o contemplarmos subtilmente.
Há aqui um trabalho dos chakras (§) (centros de forças, subtis) do coração, do 3º olho e do cimo da cabeça. Mantermos mais a consciência de que lhe estamos a abrir o cimo da cabeça pode ser bem importante e luminoso.
Certamente que as outras funções clássicas de porem a mão sob nós quando caímos, protegerem-nos em caso de acidentes ou de perigos, ajudarem-nos a suportar ou vencer as dores e doenças, acontecem sempre que a Providência Divina o permite.

O tentar ajudarem-nos sonhos, o tentarem segredar-nos perante cada pessoa ou situação a resposta ou reacção adequada, o aconselharem-nos nos momentos de indecisões, são também tarefas que realizam no seu amor por nós.
Ou ainda inspirarem-nos a encontrar as pessoas afins e frutíferas, os livros adequados, ou mesmo a abrirmo-los na página certa.

Ou ainda para nos ajudarem a não entrar em excessos, e nesta linha poderemos lembrar-nos do Anjo (§) ou Génio (em grego, Daimon) de Sócrates que lhe dava sinal do que ele não devia fazer e que significa entre outros aspectos (como o de atrasar a decisão) que nas alturas em que estamos com dificuldades de tomar a melhor decisão, ou de inverter ou transmutar uma marcha energética (na Índia, por exemplo, explicada nos três gunas: tamas, rajas, satva), a ligação ao Anjo, ou a chamada dele, podem ajudar-nos...
Quantos dos nossos sentimentos ou pensamentos podem ser mais inspirados por eles será uma questão que ficará a vibrar entre nós e eles....
Pensemos então mais neles com o coração, o sorriso, a aspiração, o silêncio, ou tenhamos mais frequentemente momentos de recolhimento no nosso recanto meditativo para sintonizarmos e abrirmos os canais comunicantes com eles e com o Bem, a Verdade e a Divindade...
   
topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®