Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Sagrados
Sugestões de Leitura
Especiais
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
pág. 4 de 5
Como reconhecer os que servem à Hierarquia

de Torkom Saraydarian

em 02 Jan 2018

  (...anterior)

5º - Um trabalhador da Hierarquia não revela nada sobre vidas passadas, nem lê a tua aura por exibicionismo ou para ganhar influência ou dinheiro. É possível que um trabalhador da Hierarquia revele, em algumas ocasiões muito especiais, uma parte de tua vida passada para uma instrução específica, ou para assinalar um defeito em tua aura, como advertência. O trabalhador da Hierarquia interessa-se principalmente pela expansão futura da nossa consciência e não pelo nosso passado.

Os discípulos do mundo devem ter muito cuidado para não escutar os charlatões que lêem auras e falam sobre as vidas passadas das pessoas sem ter capacidade real nem razão para tal. Até que se desenvolva a clarividência superior, passando pela Iniciação da Transfiguração, essas leituras serão falsas, desviadas e misturadas com milhões de impressões que flutuam no Espaço.

6º - Um trabalhador da Hierarquia jamais impõe a sua vontade aos outros. Nunca viola o livre-arbítrio dos demais. Se o fizesse, assumiria um pesado karma. Também não dá conselhos directos nem espera qualquer tipo de obediência ou seguidismo.
Por exemplo, um trabalhador da Hierarquia não dirá a alguém que se case ou divorcie com certa pessoa ou que tenha ou não filhos. Não emprega os seus poderes psíquicos (se os tiver desenvolvidos) para dirigir as pessoas segundo a sua vontade. Pelo contrário, o trabalhador da Hierarquia tenta propiciar a independência e a liberdade das pessoas. Ajuda a tomar decisões e a resolver problemas, mas nunca decide por terceiros nem resolve os seus problemas.
Um trabalhador da Hierarquia ajuda as pessoas iluminando as suas mentes, expandindo as suas consciências e capacitando-as para que vejam os seus problemas sob diversos ângulos. Sugere livros, escolas e professores e ajuda cada um a melhorar no que lhe é próprio.
Ninguém está autorizado a interferir no karma de outra pessoa. Esse é um tema muito delicado. O trabalhador da Hierarquia está sempre disposto para ajudar, mas não força a sua vontade sobre os demais, não viola o livre-arbítrio e muito menos o seu karma.

7º - Um trabalhador da Hierarquia nunca discrimina entre as religiões. Sabe que todas as religiões são dadas pela Hierarquia para satisfazer várias necessidades de diferentes níveis de pessoas em diversas épocas. Mas honra a religião na qual nasceu sem temer antagonismo a respeito de qualquer outra. Caso se encontre com estrangeiros que não pertençam à sua religião, debate com eles e trata de lhes revelar os estratos mais profundos da sua religião, enriquecendo e expandindo a sua consciência.
Um trabalhador da Hierarquia sabe que todas as religiões são dadas às nações como sendas que conduzem à perfeição. Nenhum trabalhador da Hierarquia impõe as suas crenças a outros. Para ele, o importante é ver como vivem as pessoas, não o que elas acreditam.
Aqueles que trabalham dentro das paredes do dogma, de doutrinas e tradições cristalizadas estarão limitados pelos muros e logros dos que criaram esses dogmas. Os nossos pensamentos deverão ser livres para podermos alcançar novas alturas. O nosso horizonte deverá ser ilimitado para que possamos expandir nossa consciência. Quando forçamos sobre os demais os nossos pensamentos e crenças ou os nossos dogmas, doutrinas e tradições, não apenas os limitamos e criamos barreiras ao seu avanço, como também paralisamos a nossa própria evolução.

9º - Um trabalhador da Hierarquia nunca explora as pessoas nem abusa delas. Todas as pessoas são sagradas para ele. Não mente nem suborna para ganhar votos. É recto nos seus relacionamentos, e não quer carregar o seu karma usando os outros para seus ganhos pessoais.

10º - Um trabalhador da Hierarquia nunca exibe fenómenos psíquicos, e se emprega suas faculdades psíquicas em segredo para ajudar a uma pessoa, isso o acredita a Deus. O Trabalhador da Hierarquia jamais usa as suas faculdades psíquicas para influenciar as pessoas, criar atracção ou reconhecimento, ou impor a sua imagem aos demais.
  (... continua) 
topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2018, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®