Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Bem-vindo
   Missão
   Agenda
   Notícias
   Loja
   Directório
   Pesquisa
   Marco Histórico §
   Guia de Sânscrito
   NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Dificuldades na leitura? Experimente a versão não acentuada.
pág. 1 de 1
Anseios humanos e espirituais

de Maria

em 23 Jun 2014

   Nos anseios humanos consta aquela sede de conhecimento, e no anseio espiritual aguarda-se o contacto divino. A necessidade de conhecimento faz parte da humanidade desde os seus primórdios, onde essa sede do saber foi desenvolvendo, naturalmente, no ser humano mais inteligência, que se traduz por maior compreensão de si e do todo que envolve a vida. A religião, a ciência e a cultura fazem parte dessa ânsia do conhecimento. Se há limites, eles são apenas de natureza cognitiva, dependendo esta, da nossa estrutura mental que acaba por impedir a nossa compreensão do mundo a partir de certo nível de complexidade.

Contudo, há sempre os mais “adiantados” que pela força de realização interna e entendimento próprio, são capazes de transmitir às massas o conhecimento mais complexo ou profundo, através de metáforas ou de símbolos ou ainda de práticas mentais simples sobre determinado ensinamento.
Assim, não há limites para o conhecimento, porque a evolução de inteligência é o motor que dá livre curso à vida, sendo que esta, não pára arrastando consigo os seres humanos aos desafios e obrigando a estados de alerta, que vão, então, desencadear esforços ao nível mental. A inteligência desenvolve-se, exactamente usando o cérebro-mente pela tentativa da compreensão.

A sede de conhecimento tem muitas etapas e objectivos, que dependem sempre dos níveis de evolução de consciência do buscador para a sua concretização. Uns querem conhecimento científico ao nível da matéria e as razões da sua funcionalidade, outros conhecimento mais espiritual e, ainda outros, a cultura na sua globalidade incluindo arte, música ou expressões pessoais tal a representação. Tudo faz parte da nossa ânsia de conhecimento, e na realidade quanto mais sabemos, mais queremos saber, porque não se esgota nem a nossa capacidade mental, nem a oferta que a vida dá, para descobrirmos os seus mistérios, ilusões e compreensões.

Sem dúvida que o conhecimento faz parte dum saber colectivo que cada um abarca, de acordo com o seu anseio e preparação intelectual, porém, subjacente a este fica o conhecimento individual que, intuitivamente, leva ao conhecimento mais místico ou espiritual, anseio afinal de todos os seres humanos. Neste aspecto, o lado mais místico ou religioso é o que exerce maior espectativa, pois é sabido que se conquista mediante a realização espiritual para maior integração na Unidade. É, de facto, o trabalho mais árduo, pois terá de ser feito pessoalmente, encontrando apenas suporte no seu próprio interior.

A ânsia por Deus é uma das mais elevadas ambições (aspirações) humanas e espirituais, sendo um grande suporte para enfrentar com coragem e determinação a conclusão da vida na Terra. Levar uma vida digna, preenchida com a medida do Divino é o sublime objectivo humano.
     


topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®