Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Bem-vindo
   Missão
   Agenda
   Notícias
   Loja
   Directório
   Pesquisa
   Marco Histórico §
   Guia de Sânscrito
   NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Dificuldades na leitura? Experimente a versão não acentuada.
pág. 1 de 1
Sentimentos e emoções

de Maria

em 24 Jul 2016

   A diferença entre emoções e sentimentos reside e reconhece-se em distintos estados de ser. Os sentimentos pertencem aos estados que brotam de afectos, seja pelas coisas materiais, seja pelas pessoas e animais ou mesmo espirituais, os quais sentimos serem bons ou maus, de acordo com a nossa evolução de consciência. Podem designar-se como sentimentos, a compaixão (ser solidários com os outros), a amizade e na sua expressão mais lata e elevada, o amor, mas também a repulsa, o ódio, a rebeldia e o desprezo. Os sentimentos são percepções e sensações internas que identificamos pelo sentir do coração, embora todos os processos internos de percepção tenham necessariamente ligações com o cérebro, através do qual, a mente na sua função cognitiva reconhece e define qual o sentimento em causa.

As emoções derivam de exaltações do pensar e do ver, ou seja, quando olhamos um acontecimento ou tomamos conhecimento de algo reagimos negativa ou positivamente, exacerbando sentimentos de acordo com o que apreciamos no momento e activamos impulsos, seja de raiva ou de compaixão, de ódio ou amor. É, de facto, com o pensamento, que desencadeamos processos emocionais ao projectar na mente ideias boas ou más e, os mecanismos cerebrais reagem produzindo substâncias que nos dão, ora instantes de prazer, se são ideias agradáveis, ora instantes de mau estar, se são ideias desagradáveis e que se repercutem, então, no coração ao nível dos sentimentos.

Tanto os sentimentos negativos, quanto as emoções exageradas resultam da falta de controlo interior, que depende naturalmente da evolução espiritual e, que afectam tanto a mente como o coração. Os sentimentos negativos são efeitos de bloqueios de carácter ainda não apurado em virtudes, que derivam de frustrações, medos ansiedade ou hábitos perniciosos que, se cometem de vida em vida e precisam de ser “reparados” pelo processo de autoconhecimento - são energias bloqueadoras que devem transmutar-se em energias irradiantes e elevadas - para que passe de sentimentos instintivos, pessoais ou possessivos, para um estado de sentir incondicional.

As emoções são reacções internas de sensibilidade psíquica que podem e devem ser sublimadas pelo domínio mental. Requer, naturalmente, uma prática de concentração para que haja consciência da qualidade e da quantidade (exagero) da emoção. A emoção exacerbada afecta o sistema nervoso e a mente vem a sofrer desequilíbrios que a torna instável, dispersa e confusa. São os sentimentos que nos ligam aos outros pela empatia, mas também nos pode separar pelo ódio ou aversão. As emoções quando exaltadas negativamente podem levar à violência, contudo, uma emoção exaltada pela alegria, também pode levar ao exagero de um sentir ampliado, que pode criar a ilusão de que está tudo bem, cometendo erros de avaliação.

Os sentimentos são estados internos natos e instintivos que nos conduzem através dos afectos – o que gostamos ou não gostamos – dando-nos as escolhas do que conceituamos o bem e o mal. As emoções derivam dos afectos, portanto, dos sentimentos e manifestam-se através das percepções e sensações ao “toque” de reacções negativas ou positivas dando o prazer ou a dor. Se os sentimentos são mais puros, mais serenas são as emoções.

Concluindo, sentimentos e emoções são estados que pertencem intrinsecamente à Consciência humana, em que as suas manifestações benéficas ou perturbadoras resultam das transmutações internas no percurso para o aperfeiçoamento de carácter e, que nos permite escolher, se assim o quisermos, apenas estados de bem-estar ou de felicidade.
     


topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®