Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Bem-vindo
   Missão
   Agenda
   Notícias
   Loja
   Directório
   Pesquisa
   Marco Histórico §
   Guia de Sânscrito
   NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Dificuldades na leitura? Experimente a versão não acentuada.
pág. 1 de 1
Divina inteligência

de Maria

em 28 Jan 2017

   A vida supera-se pela inteligência. No Vedānta (filosofia Hindu) e no Budismo encontram-se profundos ensinamentos para a superação humana. Contudo, para a maioria das pessoas, estes ensinamentos são difíceis de aplicar, não só pela ausência de interesse como pela indisponibilidade mental para o autoconhecimento, que é a base para a superação, visto o problema estar no interior de cada um e não no exterior. De facto, a falta de esclarecimento filosófico ou religioso impede que se tome a direcção do aperfeiçoamento através do trabalho interno para sair da apatia em relação aos seus estados mentais, emocionais e espirituais.

As emoções são também parte importante nos seres humanos, mas quando adquirem relevância podem constituir um entrave à clareza mental. Um estado mental de alerta quanto aos motivos e desejos, requer um conhecimento de si mesmo para reconhecer com honestidade as suas motivações e até as suas próprias manipulações mentais, que podem levar à fuga de auto responsabilidade. Essa falta de responsabilidade pode induzir também à falta de respeito pelos outros, onde a manipulação e o controlo do alheio é um passo para o despotismo.

Mas falava eu de inteligência. Ela comporta verdadeiramente a nossa existência como humanos e é o suporte da nossa dignidade e responsabilidade quanto Ser. Este é um factor (inteligência), à qual, por vezes, se dá pouca importância visto ser, na realidade, a componente intrínseca que nos identifica como seres humanos, que nem damos conta de que é uma capacidade flexível e mutante, não estática - que pode evoluir ao longo de uma vida – estando o equilíbrio mental e espiritual e até físico, dependente do grau de inteligência. Podemos sempre ampliar a nossa inteligência com o nosso progresso espiritual, que se traduz também por maior consciência. Este é o nosso destino: sermos cada vez mais inteligentes.

Não somos capazes de vislumbrar, o quanto ainda nos falta para obter a inteligência mais elevada que nos integra ainda mais, na inteligência cósmica ou Divina. Existem graus e graus de inteligência e eles estão contidos numa inteligência superior à qual devemos aspirar. Num certo grau de inteligência, já não há espaço no nosso cérebro, nem suporte mental para vitimizações, manipulações e emoções exageradas. Há sim, uma nova forma de encarar a existência, onde valores superiores são o fundamento da vivência humana.

Quando não se ultrapassa pelo bom senso os problemas bloqueia-se a própria inteligência. Antecipar ou fixar-se em problemas mentalmente, desgasta a inteligência. A solução adequada é fomentar a sua própria evolução espiritual, a par da natural evolução humana, de forma consciente e, daí sobressairá sempre a forma mais inteligente de resolver os problemas e enfrentar os momentos seguintes.

Quando se emprega a luz espiritual abre-se a mente a novas dimensões, desencadeando naturalmente ao nível cognitivo impulsos neuronais que vão possibilitar novos degraus de inteligência. Assim, a inteligência que se vai obtendo com o progresso espiritual reforça a mente capacitando-a a maior lucidez e a compreensão da verdade realiza-se interiormente.

A força espiritual é a inteligência activa e criativa por si mesma, capacitando a mente a adquirir novas estruturas e é nessa base que é dada a conhecer a cada um, a mente superior ou Mente Divina: ela é Inteligência.
     


topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®