Concerto de Ano Novo

Orquestra Metropolitana de Lisboa

Há mil e uma maneiras de celebrar a chegada do Novo Ano. Apuram-se os trajes e as saudações, as tradições e as superstições, os balanços, os sonhos, as iguarias, as pirotecnias… e, claro está, a música – muita música, porque festa que é festa não se faz verdadeiramente sem ela. Desse modo, o Concerto de Ano Novo da Metropolitana convida-nos a vaguear pela brisa espirituosa das polcas e valsas da família Strauss, desta vez introduzida por uma fantasiosa abertura orquestral de Stanisław Moniuszko e pontuada pelo encanto melódico e requintado humor de Gioachino Rossini. A boa disposição e talento do maestro Sebastian Perłowski e dos músicos da Orquestra Metropolitana de Lisboa asseguram o mais importante: um fôlego revitalizante para encarar com otimismo 366 dias que se querem muito bem contados.

Grande Auditório

Sebastian Perłowski maestro
S. Moniuszko Conto de Inverno, Abertura-Fantasia
Josef Strauss Polca rápida Voando, Op. 230
J. Strauss II Valsa Rosas do Sul, Op. 388
G. Rossini Abertura da ópera A italiana em Argel
J. Strauss II Marcha persa, Op. 289
J. Strauss II Polca rápida Sangue ligeiro, Op. 319
J. Strauss II Abertura da Opereta O Morcego, Op. 367
J. Strauss II Polca rápida Comboio do prazer, Op. 281
J. Strauss II Valsa Imperador, Op. 437
J. Strauss II / Josef Strauss Polca Pizzicato
J. Strauss II Polca rápida Tique-taque, Op. 365
J. Strauss II Polca-Furioso, Op. 260
J. Strauss II Polca Tritsch-Tratsch, Op. 214

Coprodução | CCB | Metropolitana
________________________________________



Local: Centro Cultural de Belém

Em: 01 Jan 2020

Horário: 17h



http://www.fundacaomaitreya.com

Impresso em 7/12/2019 às 1:39

© 2004-2006, Todos os direitos reservados