Fundação Maitreya
 
Filosofia

de Maria Ferreira da Silva

em 29 Dez 2023

  Dia 16 de Novembro, 2023, assinalou o dia Mundial da Filosofia, instituída pela UNESCO.
E o que é a Filosofia? A arte de pensar profundamente um tema, análise que geralmente abarca as questões da Alma humana e suas implicações subtis num antever de espiritualidade. Marca, sem dúvida a relação existente entre o homem e a sua parte psíquica, mental e espiritual em elaborar ideias que correspondem aos seus anseios, no que respeita ao pensamento mais interno e à sua posição no mundo materialista. Apraz-me a filosofia que insere a componente espiritual, pois é o seu complemento. Filosofia sem a busca do Espírito, torna-se vã, sem sentido, pois não preenche essa necessidade humana de resposta sobre si mesmo ou da sua Alma. A filosofia deve integrar a espiritualidade para que a essência humana seja desvendada, e forneça o conteúdo que faça compreender a razão da existência.


A filosofia permite integrar o pensador em planos mais subtis que ultrapassa a vibração no qual se vive quotidianamente, e se tornada como hábito do pensar pode transformar-se em acção meditativa, ou mesmo num empenho permanente de meditação.

Toda a filosofia que não abarque a temática do Ser e do não Ser, não se pode considerar de grau elevado, pois sem o conteúdo interno do ser humano a filosofia não tem valor. As questões pessoais, em que a moral e o bem são a base, leva escatologicamente ao cerne da filosofia, onde o Ser como centro é fundamental. Todo o discurso deve debruçar-se sobre a psique no desvendar da Alma, sendo esta a riqueza do filosofar.

Sem dúvida a filosofia/religião dos pitagóricos com a questão da reencarnação e a distinção entre o corpo e a Alma, já são elementos influenciadores para o pensamento de Platão. A imortalidade da Alma e a ausência de medo da morte são demonstrações de anelo filosófico, que marcaram os anseios de cada um na procura de sentido para a vida; riqueza de reflexão que nos legaram tantos filósofos gregos. É isto que se chama filosofia pois ao elaborar pensamentos desvela-se individualmente o seu próprio Ser. Este é o grande valor no que concerne à razão da filosofia; a pesquisa sobre si mesmo. E assim se encontra a correspondência com as filosofias da Índia, onde é aprofundada a maior valia da busca espiritual da filosofia. Também a filosofia/religião budista, alenta o aperfeiçoamento humano ou o correcto viver ao aprofundar as causas que levam ao sofrimento. Oferece um sistema ético, claramente definido, um guia para o despertar da letargia no ganho da Consciência.

O ser humano não consegue captar, entender certas abstrações mentais, devido ao seu grau de evolução, que não lhe permite ainda certas conecções cerebrais. Só com o desenvolvimento espiritual é que cada um chegará a certas compreensões, e construir depois a ponte entre a mente inferior e a superior para se aperfeiçoar, dando então, primazia apenas à mente superior ou a certo grau de evolução, que lhe permita manejar as esferas inferiores ou desejos mentais primevos. Assim, certos temas de leitura requerem uma disposição especial e uma preparação anímica adequada, que é o caso, tanto da filosofia Vedanta, como do Budismo.
Deste modo, ao alcançar-se graus mentais superiores ou o seu aspecto pensante mais consciente, a mente torna-se um instrumento objectivo de inteligência na condução das suas necessidades e atitudes, num rumo ou escalada à Mente Cósmica.

Na realidade o objectivo da filosofia integrada na vida acaba por ser o revelar do aspecto divino que existe no ser humano ou a Alma na prisão da forma, que é o seu corpo físico, através de um estilo ou prática na acção, e na atitude e no respeito pelo todo ou todos.

Votos de Bom Ano, próspero, feliz e repleto de realizações espirituais.

   


® http://www.fundacaomaitreya.com

Impresso em 14/4/2024 às 15:46

© 2004-2024, Todos os direitos reservados