Fundação Maitreya
 
Cozinha para Crianças

de Ana Isabel Marques

em 07 Ago 2006

  Este tipo de cozinha é muito especial, pois é normalmente usado para crianças com 1 a 2 anos de idade. Nestas idades, a criança está ainda em formação, o que significa que a sua alimentação é ainda importante na formação da sua constituição. São anos cruciais para a formação do corpo físico, podendo daí advir inúmeros problemas físicos no futuro adulto, se houver carências alimentares, ou consumo de alimentos que enfraqueçam substancialmente a constituição, especialmente alimentos extremos e medicamentos, que poderão provocar más formações físicas, deficiências do tipo imunitário, alergias e outros problemas que hoje em dia se vêm já manifestar-se em crianças até muito pequenas.

Sopa de cebola

Cortar a cebola em quadradinhos, e estufar num pouco de óleo de sésamo ou de água até que fique macia. Depois, juntar o resto da água para a sopa e deixar ferver. No final temperar com miso. Para temperar com miso, retira-se um pouco de água da sopa de dentro da panela, desfaz-se o miso nessa água quente, batendo muito bem para não ficar bem desfeito, e depois volta a colocar-se a água na panela. Deixa-se aquecer e quando está prestes a levantar fervura, e a água começa a borbulhar ligeiramente, deixa-se mais 1 ou 2 minutos, sem deixar que ferva. Depois retira-se do lume.

Servir a sopa bem quente com pão tostado ou com pão frito, alho francês picado e pedacinhos de alga nori tostada. Assim que a sopa fica pronta, pegar numa folha de alga nori e passá-la pela chama, do lado mais brilhante, até ficar ligeiramente tostada e não torrada, depois parte-se em pedacinhos pequenos que se colocam a enfeitar os pratos de sopa.
Também pode cortar restos não muito fresco em cubinhos que se podem fritar num pouco de óleo e juntá-los depois aos pratos de sopa, ou então mesmo sem fritar. Pode ainda juntar alho francês bem picado, especialmente a rama mais verde, cortando em rodelas muito finas juntando depois ao prato de sopa quente para decorar. Não se esqueça que em vez de alho francês também pode usar salsa, coentro ou agrião.

Depois que a sopa fica pronta também pode juntar a água de escaldar os vegetais, no entanto é necessário ter cuidado pois esta água tem umas características demasiado yin, não se podendo fazer isto sistematicamente.
Pão tostado
O pão tostado pode usar-se de inúmeras formas. Pode-se tostar na frigideira para secar bem os pedaços de pão. Quando se usa este pão na sopa, pode juntar um pouco de óleo de sésamo para temperar a sopa.
Para o pão frito, pode colocar um pouco de óleo de sésamo na frigideira, colocar os pedaços de pão e deixá-los fritar ligeiramente. Quando juntar este pão à sopa, não temperar a sopa com óleo de sésamo, pois ficará com óleo a mais.
Alga nori tostada
A alga nori tostada é também muito fácil de se fazer. Como já se disse em cima, pegar numa folha de alga nori, e passá-la sobre a chama do bico de gás, do lado mais brilhante. Depois parti-la em pedacinhos bastante pequenos.

Miso
O miso é um fermentado de longa duração, e por isso é especialmente bom para os intestinos. Por isso não convém deixar ferver pois perderia todas as suas propriedades. Para as crianças usar uma colher de chá por pessoa, para a criança pode usar meia colher de chá. Não convém deixar a sopa muito forte para as crianças.
Couscous
O couscous é um derivado do trigo, e fica muito bem complementar com outros processos culinários.
Pode fazer um salteado com óleo ou água, cortando as cebolas em meias luas muito finas, cenouras em pedacinhos, cogumelos, sultanas e deixar saltear tudo até que os vegetais fiquem bastante macios. Depois juntar uma chávena de água a ferver, deitar o couscous, apagar o lume e tapar o tacho que deve ficar abafado durante 15 a 20 minutos.
Para tostar os vegetais pode usar óleo de sésamo tostado ou óleo de milho de primeira pressão. Também pode usar azeite de boa qualidade, no entanto é bom usá-lo apenas de vez em quando para variar.

Os vegetais, quando se usam na sopa, podem ser cortados de diversas formas. A cebola pode ser cortada em meias luas ou em quadradinhos, e depois levemente salteada em óleo de sésamo tostado. Quando se usa a cebola convém que o cheiro forte saia todo antes de se juntarem outros legumes ao salteado. Será bom usar todos os legumes cortados da mesma forma que se criar harmonia. Neste sentido também pode pensar em colocar a cenoura aos quadradinhos por cima da cebola, ou então usar cenoura ralada. Depois pode juntar os cogumelos em quadrados, tendo sido antes lavados em água corrente até ficarem brancos.
Quando se cozinha o couscous, usar uma medida de couscous para uma medida e meia de água. Deixar ferver a água com o sal, e depois de levantar fervura juntar o cereal. Apagar imediatamente o lume, tapar o tacho com a tampa e deixar abafado durante uns vinte minutos.
Se quiser juntar corintos ou passas, juntar um pequeno punhado, ou seja, cerca de 20 gramas que se juntam ao salteado dos legumes, ficando apenas amolecidos.
Também pode fazer os salteado dos legumes, juntar o couscous ao salteado e no fim a água a ferver, abafando para deixar o cereal acabar de cozinhar.
Rolos de couve com agrião

Os rolos de couve com agrião são um prato muito bom para as crianças. Torna-se bastante interessante e decorativo, sendo uma forma muito boa de fazer com que comam vegetais.
Retiram-se folhas grande de couve que se escaldam em água durante um ou dois minutos. Depois também se escalda rapidamente o agrião inteiro, sem cortar os talos.
Depois rechear as folhas de couve com o agrião que se arruma sobre a folha, barra-se com um pouco de qualquer tipo de molho e depois enrola-se a folha de couve com o agrião no meio. No final cortam-se os rolos em rodelas com que se decoram os pratos e travessas.
No centro dos rolos, e no meio do agrião também pode colocar uma tira de cenoura muito fina para decorar, ou seja, quando corta o rolo em rodelas a cenoura aparece no centro.
Se quiser fazer o mesmo prato para os adultos, pode juntar todos os legumes ao molho e servir como salada quente.

Molho
Como molho pode usar vários tipos de molhos. Pode usar um molho de tahin, em que se desfaz uma colher de sopa de tahin com uma ameixa umeboshi e um pouco de água, que também pode ser um pouco de água da cozedura dos vegetais, desfazendo tudo muito bem com uma colher. Depois juntam-se algumas gotas de vinagre de arroz ou de sumo de limão, também pode usar sumo de laranja ou mesmo raspa de limão.
Nabos escaldados
Os nabos por vezes não são muito populares entre as crianças. São um vegetal muito yang, e as preferências das crianças muitas vezes vão noutro sentido. No entanto, cortar os nabos em rodelas grossas e com uma forma fizer figuras decorativas que depois irá escaldar em água a ferver durante uns dois minutos, o nabo torna-se muito mais interessante.
Servir as rodelas de nabo com umas gotas de vinagre de ameixa, de shoyu ou com um molho feito com sementes de sésamo, miso e malte.

Há inúmeras formas que pode fazer depois das rodelas de nabo serem cortadas, pode fazer estrelas e outras formas interessantes. Pode ainda cozinhar os nabos do vapor, depois de cortados às rodelas.
Há ainda outra forma de se cozinharem os nabos que pode ser bastante aliciante para as crianças. Cortar os nabos em duas metades, retirar um pedaço no centro, deixando um espaço vazio do tamanho de uma noz. Depois pode fazer uma espécie de puré com o nabo que retirou que se junta depois ao molho, colocando-se dentro dessa cavidade.
Molho
No molho pode ser feito de diversas formas como por exemplo o miso de arroz ou o miso de cevada. O molho deve ficar numa pasta grossa à qual se junta os centros dos nabos que se retiraram. Não se esqueça que para crianças muito pequenas não usar muitos temperos, e nesses casos os molhos não são muito indicados pois tornam as crianças muito irritadas chorando mais do que o normal.
Pode ainda usar sementes de sésamo tostadas com malte de cevada que se juntam ao miso, depois com um pouco de água fazer uma pasta bem espessa, juntando os pedaços de nabo esmagados.

Alga aramé
A alga aramé é uma alga que não é muito yang, e por isso também se torna muito interessante para as crianças.
Saltear a cebola em gomos finos em óleo de sésamo tostado, durante uns minutos até que fique brilhante. Depois juntar cogumelos, alga aramé demolhada e se necessário um pouco da água em que demolhou a alga. Deixe apurar ligeiramente, tempere com um pouco de shoyu e depois tapar o tacho e deixar cozinhar durante uns 20 minutos até a cebola ficar bem macia. Depois destape o tacho, e se ainda houver muito líquido deixar ferver sem tampa até evaporar todo o líquido.
No final verifique os temperos e junte um pouco de shoyu se for necessário ou um pouco de malte e vinagre de arroz. Também pode usar miso de cevada, shoyu ou ainda sal. Para as crianças pequenas pode juntar um pouco de malte pois isso faz com que fiquem mais calmas.
Pudim de pêras
O pudim de pêra é muito bom para crianças podendo fazê-lo com pêras ou maçãs raladas, juntando depois um pouco de sêmola de trigo.
Para cerca de 1,5 kg de pêras, usar cerca de 1,5 chávena de sêmola de trigo, uma pitada de sal e uma chávena de sultanas. Envolver tudo com a colher de pau e colocar num tabuleiro de ir ao forno, calcando bem no fundo para fazer uma placa.

À parte cozinhar um pouco de alga ágar-ágar com um pouco de água e malte, depois juntar sumo de pêra natural ou sumo de maçã em vez de água. Para cerca de 1 litro de líquido juntar cerca de 4 colheres de sopa de alga ágar-ágar. Deixar cozinhar até que se forme uma espuma branca, isto é cerca de 10 minutos, depois assim que estiver cozinhado deitar por cima da massa de sêmola de tribo e pêras que estão no tabuleiro. Levar a forno médio durante uns 45 minutos.
Gomásio
O gomásio é um tempero bastante bom para as crianças. No entanto é bom fazê-lo menos salgado que para os adultos. Normalmente o gomásio para a criança faz-se com 20 partes de sementes de sésamo para 1 parte de sal. Para os adultos pode fazer com 15 ou 16 partes de sementes de sésamo para 1 parte de sal.
Tostar as sementes de sésamo numa frigideira sem líquido nenhum, e assim que começarem a soltar um aroma forte e a estalarem, retirá-las do lume. Depois tostar o sal da mesma forma, sem líquido nenhum, e deixar estalar bastante. Depois moer no suribashi o sal até que fique em pó e juntar as sementes de sésamo tostadas e moer ligeiramente, misturando tem com o sal.
Não se esqueça que sal a mais na alimentação das crianças não é muito recomendado pois isso faz com que se tornem muito irritadas e nervosas. Os excessos no campo dos temperos não são por isso muito recomendados.

Pão no vapor
O pão integral é geralmente bastante rijo e bastante forte, para crianças, e em especial se forem crianças pequenas é bom torná-lo um pouco mais suave. Assim pode aquecer pão no vapor, já fatiado, de forque que fique quente e mole e mais fácil de comer. É uma das formas melhores de se comer o pão.
Depois pode barrar o pão com um pouco de manteiga de amendoim, de amêndoa ou tahin, fazendo uma pasta com um pouco de ameixa umeboshi e um pouco de malte de cevada. Usar vários de tipos de pastas para barrar no pão nos pequenos almoços.
   


® http://www.fundacaomaitreya.com

Impresso em 14/4/2024 às 15:50

© 2004-2024, Todos os direitos reservados