Fundação Maitreya
Notícias
  Idade da Terra  14 Jun 2014

Investigadores franceses analisaram amostras de gás xénon em quartzo da África do Sul e da Austrália para fazer uma viagem ao passado inicial da Terra: o planeta, afinal, é mais idoso.
Conhecer o passado da Terra não é tarefa fácil mas às vezes surgem inesperadas pistas em gelos subterrâneos intocados há milhares de anos, ou em rochas que as próprias entranhas do planeta isolaram milhões de anos a fio e que, por isso, podem contar uma história primordial. É exatamente isso que acontece com duas novas bolsas de quartzo descobertas na África do Sul e na Austrália, cujo estudo aponta para que a Terra é, afinal, um pouco mais idosa do se supunha: cerca de 60 milhões de anos.
Diário de Notícias



http://www.fundacaomaitreya.com

Impresso em 30/4/2017 às 15:45

© 2004-2017, Todos os direitos reservados