Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Actividades
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
pág. 2 de 2
O Património e a Religião

de Bhikkhu Appamado

em 31 Out 2021

  (...anterior)

Assim, o uso adequado da natureza para elevação da mente, e o uso elevado da mente para preservação da natureza, também contribui para a Prosperidade do nosso Património Religioso Natural. Muitas vezes as pessoas notam como certas congregações religiosas encontravam, e ainda encontram, refúgio longe do burburinho das cidades e em zonas de grande beleza natural. Certamente não é por acaso...

Passando ainda para outra dimensão do Património, temos o Património Religioso Imaterial, isto é, toda a realização interior e caminhada de libertação, levadas a cabo pelos praticantes, formam um registo etérico na atmosfera terrestre e no espaço, que se perpetua no tempo. Para o estabelecimento deste Património, contribuem os espaços religiosos, com características de recolhimento, enaltecimento e silêncio, propícias à investigação interior e à expansão da Consciência.

Lembro-me que no belo Templo do Mosteiro Budista Amaravati, em Inglaterra, as directrizes dadas pelo abade do Mosteiro, Luang Por Sumedho, ao arquitecto para a elaboração desse mesmo templo, foram as seguintes: ‘Gostaria que este fosse um espaço onde as pessoas que aqui chegam vindas de Londres, com as suas vidas e mentes tão movimentadas, possam parar e sentir o impacto do vazio na sua mente. Estas directrizes tomaram forma no espaço e no tempo, e ainda hoje, os viajantes e peregrinos de todas as partes do mundo, que chegam ao Templo de Amaravati, sentem o impacto almejado por Ajahn Sumedo e concretizado pelo arquitecto e seus executantes. Ficou este ponto assim marcado na intersecção do espaço e do tempo, que revela que é possível algo concretizado no plano físico elevar-nos e libertar-nos, ao invés de nos embrenhar na matéria.

Muita da construção realizada nos últimos séculos, tem um propósito comercial e económico, que também faz parte da experiência humana, mas se isto não for equilibrado com a presença de edificações de outras naturezas, espirituais e elevadas, causará realmente um dano na consciência humana, mantendo-a presa aos padrões mais básicos e corriqueiros da vida.

Claro que a construção e preservação do património religioso, depende do interesse das populações e das prioridades das autoridades competentes; se este património religioso for diminuto e desconsiderado, esquecido e abandonado, a humanidade perderá esse estímulo para a sua elevação e libertação. É também importante relembrar, que o Património Religioso faz parte da nossa História, representando-a e documentando-a, e consoante este se perde, também as gerações mais novas perderão a noção do contexto no qual a sua realidade presente foi erigida.

É importante assim não descurar a importância de valores eternos na nossa sociedade contemporânea. Desta forma, trabalha-se a matéria, no condicionado e manifestado, para atingir a realização e integração no todo, no incondicionado e imanifestado.
   
topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2021, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®