Concerto de Páscoa

Te Deum de Bruckner

Coro Nacional de São Carlos e Orquestra Sinfónica Portuguesa

Esta versão do hino Te Deum laudamus, clara demostração da veemência da Fé de Anton Bruckner, foi estreada em janeiro de 1886 no Musikverein de Viena. Gustav Mahler, seu grande admirador, escreveu na sua cópia da partitura: «para coro, solistas, orquestra e órgão ad libitum e para buscadores de Deus e corações castigados». Bruckner considerava a obra o «orgulho da sua vida». O início instala-nos imediatamente num ambiente intenso, com o coro em uníssono a proclamar em fortíssimo o louvor a Deus, ambiente que alterna com secções pacíficas e outras quase apocalípticas. É, seguramente, uma das mais veementes manifestações de Fé em toda a música do século XIX.
A outra obra em programa é a Missa glagolítica de Leoš Janáček, estreada em Brno em finais de 1927 e considerada uma das mais notáveis e importantes obras religiosas da primeira metade do século XX. A obra segue o Ordinário da Missa Católica, mas em vez da língua latina usa a antiga língua eslava. Daí o seu título. Tal como a obra de Bruckner, inicia-se com uma exuberante demonstração de Fé, musicalmente concretizada por triunfantes fanfarras dominadas pelos metais. Com esta obra, Janáček tentava uma celebração da cultura Eslava.
Concerto de Páscoa

Local: Centro Cultural de Belém

Em: 28 Mar 2024

Horário: 21h



http://www.fundacaomaitreya.com

Impresso em 24/5/2024 às 4:18

© 2004-2006, Todos os direitos reservados