Fundação Maitreya
 
Entrevista com Maria Ferreira da Silva

de Paula Abreu

em 31 Jul 2006

  Foi lançado no dia 21 de Julho, no Museu casa da Luz (Ilha da Madeira), o livro “Folhas de Luz”, de Maria Ferreira da Silva. A obra disserta sobre vários temas relacionados com a espiritualidade.
A autora considera que as filosofias orientais podem contribuir para a reflexão e evolução espiritual da sociedade contemporânea.


Do Jornal da Madeira
Entrevista de Paula Abreu

«“Folhas de Luz” fala de melhorar o espírito».

Autora diz que os portugueses devem «melhorar-se espiritualmente».

Maria ferreira da Silva lançou ontem, no Museu casa da Luz, o seu mais recente livro, “Folhas de Luz”, uma antologia em que a autora aborda temas diversos de âmbito cultural, religioso e espiritual. Esta é a 10ª obra. Antes da apresentação, e em declarações aos jornalistas, Maria (como assim assina os seus livros), disse ser uma “espiritualista universal”. Assim, este seu último trabalho reúne textos sobre o budismo e as filosofias orientais, entre outras. O primeiro capítulo de “Folhas de Luz” aborda “Portugal e o Presente”. Nessas linhas a autora fala numa missão portuguesa, “aquilo que todos os portugueses deviam pensar e melhorar-se para cumprirmos certas profecias, como a do Padre António Vieira e de Fernando Pessoa. Toda a minha obra é sobre a missão de Portugal, como o livro “Avatāra”. Quanto ao novo trabalho, a escritora aborda o que já foi feito em Portugal, em termos de evolução colectiva espiritual.

Para Maria Ferreira da Silva, «a missão de Portugal é que cada português se melhore interiormente para poder irradiar e influenciar tudo o que está à sua volta no sentido positivo». No seu ponto de vista, os portugueses são «espirituais mas estão um pouco dispersos». Assim, entende ser necessário que “alguém puxe por eles”. A seu ver, o caminho espiritual é independente e individual, sendo que estão a aparecer em Portugal novos mestres e orientadores espirituais. A escritora considera ainda que as filosofias orientais podem contribuir para a reflexão e evolução espiritual da sociedade contemporânea». «O meu trabalho é trazer as filosofias do oriente para o ocidente, como muitos têm vindo a fazer».

A obra “Folhas de Luz” resulta «de uma selecção de textos de diversos temas, dos quais, alguns inéditos e outros foram o suporte do “Spiritus Site”, a página da Internet designada Fundação Maitreya, entre os anos 2004 e 2005”, lê-se na introdução. Assim, encontramos no livro temas como, “No Limiar”, “Amṛta” e "A Integração na Realidade Divina". Como refere o livro, “o primeiro texto deriva de uma conversa informal, espontânea sobre a morte e a Não-Existência”, o segundo revela-nos a fórmula para produzir a poção mágica, o elixir da imortalidade: a soma dos deuses, afinal bem escondida no interior de cada ser humano, esperando apenas ser desvendada. Quanto ao terceiro, encontrarão como “caldear” essa poção de Amṛta, pelo auto-conhecimento, num equilíbrio entre a moderação alimentar, a prática da meditação e a sublimação espiritual».
De referir ainda que Maria Ferreira da Silva tem desenvolvido esforços para a criação de um mosteiro de Budismo Theravada em Portugal, uma filosofia que admira.
   


® http://www.fundacaomaitreya.com

Impresso em 23/6/2021 às 2:42

© 2004-2021, Todos os direitos reservados