Fundação Maitreya
 
Agni Yoga - 2

de Helena Roerich

em 02 Nov 2010

  O Venerado Mahātma, que deu os livros “O Chamado”, “Iluminação” e “Comunidade”, deu também muitos conselhos e os signos do Agni Yoga. Estas indicações práticas foram por nós reunidas para uso daqueles que buscam conhecimento. O Sânscrito e o Senzar emprestam um sabor especial à exposição e nem sempre encontram seu equivalente noutros idiomas. Contudo, o significado das expressões foi preservado com exactidão. E todos aqueles que tomam parte na vida contemporânea lerão com atenção este sábio Ensinamento, que emana da experiência dos séculos.

15 – O veneno resultante da irritabilidade é chamado “imperil” – um perigo dominante. Este veneno, absolutamente concreto, precipita-se sobre as paredes dos canais nervosos e, deste modo, espalha-se por todo o organismo.
Se a ciência moderna tentasse, imparcialmente, examinar os canais nervosos, observando as correntes astrais durante sua passagem por estes, ela encontraria uma estranha decomposição da substância astral que é uma reacção do imperil. Somente o descanso pode ajudar o sistema nervoso a vencer este perigoso inimigo, que tende a provocar as mais variadas irritações e contracções penosas do organismo.

Quem estiver afligido pelo veneno do imperil, deverá repetir – “como tudo é belo!” E ele estará certo, pois a evolução flui de acordo com a lei ou, noutras palavras, de maneira bela. Quanto mais subtil é o sistema nervoso, mais penosa se torna a precipitação do imperil. Este mesmo veneno, com um ingrediente, pode contribuir para a decomposição da matéria.

16 – Não têm muito mérito as pessoas incapazes de distinguir a andorinha do abutre. Mas que mérito têm aqueles que, havendo depenado a águia, querem fazer dela um pato cozo? Resguardai-vos dos hipócritas, especialmente dos interesseiros astuciosos que preparam o mingau do espírito.
A manifestação da inviolabilidade das leis do mundo resplandece como uma espada; por isso não há lugar para o hipócrita deitar sua cabeça. Assim, o mestre que não assimilou os testamentos do Ensinamento é semelhante a um asno carregado com uma carga de grãos. Também, o pescador que prepara suas cestas para peixes que não foram pescados, assim, assemelha-se a uma raposa diante do galinheiro.

17 – Um a violação do Ensinamento actua como um bumerangue e atinge o próprio violador. O ar está pleno de flechas.
Enxuga teu suor depois do ataque do inimigo. Na hora do ataque. Eu quero conversar sobre as coisas eternas. Regozijemo-nos, porque as possibilidades estão se multiplicando. Eu considero que cada coração hostil alimenta sementes úteis.

18 – A Astroquímica permite determinar as melhores influências sobre certos organismos. A Astrologia nada mais é que fórmulas de da Astroquímica. Um homem que entrou numa casa cheia de nicotina levará consigo sedimentos de veneno. Igualmente o homem que só uma vez experimentou directamente a acção dos raios astroquímicos, responderá sempre a uma determinada combinação. É bastante fácil acertar quando é necessário aproximar-se da pessoa que convém.

As chamadas manchas solares intensificam as acções químicas. As pessoas costumam repetir acerca da confusão no mundo, durante os períodos das manchas solares. Mesmo uma percepção fraca impele a conclusões correctas. Mas se relembramos as assombrosas reacções químicas, então não é difícil compreender a saturação do espaço pelos mais activos compostos de óxido de metalóides. Pode-se, irreflectidamente, negar o poder evolucionário da amtéria, quando chovem sobre nossas cabeças raios de incalculável intensidade procedentes do Reservatório Inesgotável? Organismos especialmente sensíveis podem confirmar que durante o período da culminância das manchas solares, os raios deste astro, por sua qualidade, tornam-se insuportáveis para eles. Também durante a queda dos grandes meteoros, pode-se sentir um estremecimento do sistema nervoso. Até agora, as pessoas têm sido incapazes de consciencializar o seu lugar neste laboratório gigantesco. Apenas esta simples consciência já bastaria para armar o organismo humano e, em vez das ansiosas observações do sismógrafo, dirigir as suas buscas para a Ilimitada Altura – tão material como a refeição de amanhã, tão majestosa como miríades de estrelas.

19 – Entre todas as energias criativas, o pensamento permanece a mais alta. O que poderá ser o cristal dessa energia? Alguém pode supor que o conhecimento exacto seja a coroa do pensamento, mas é melhor dizer que a lenda coroará o pensamento. Na lenda, formar-se-á o sentido da energia criadora e, numa fórmula concisa, expressar-se-ão as esperanças e as realizações. É incorrecto pensar que a lenda pertence à antiguidade ilusória. A mente sem preconceitos discernirá a lenda criada durante todos os dias do Universo. Cada realização do povo, cada líder, cada descobrimento, cada calamidade, se veste de lendas aladas.

Portanto, não desdenhemos as lendas da verdade, mas observemos atentamente e percebemos as palavras da realidade. Nas lendas, expressa-se a vontade do povo. E nós não poderíamos citar uma só lenda que seja falsa. O esforço espiritual de uma poderosa colectividade imprime uma imagem de verdadeiro significado. E a forma exterior do símbolo demonstrar o sinal do mundo, como um idioma mundial, inevitável na evolução.
Justos são os que buscam um idioma universal. Também justos são os criadores da lenda mundial. E três vezes justos são os portadores da realização espiritual.

20 – O novo deve ser concebido como urgentemente útil. Não há lugar para qualquer abstracção não aplicável. Nós estamos fartos de castelos no ar. Mesmo os mundos mais distantes devem ser percebidos como concretos. O domínio sobre um pedaço de gelo, ou sobre químicos do sol, deve entrar na consciência, da mesma maneira como o significado dos mais diminutos produtos de matéria. O retardamento da consciencialização do espírito pode ser explicado pela falta de atenção às manifestações da natureza. Perdido o poder de observação, o homem perde também a capacidade de síntese.

A destruição da moeda livrará a humanidade dos tornos que apertam sua visão. Existem momentos na evolução quando as muralhas levantadas para acumulação dos signos convencionais tornam-se obstáculos. Já chegou o tempo da libertação do conhecimento, na base da responsabilidade pessoal. Uma mente livre tem direito de procurar novos desenhos, de combinações inesperadas. Estes inesperados fios conduzirão a mente até aos mais altos planos da matéria. Observando um tímido e limitado jogo, pode-se aconselhar a misturar os signos, para obter melhores combinações.
Admirai o Grande Jogo da Mãe do mundo!

21 – Vossas considerações acerca das calúnias históricas são correctas. A calúnia é um combustível para a fogueira da acção heróica. A calúnia só não é conveniente para as acções quotidianas contemporâneas, mas na perspectiva histórica, a chamada calúnia é a mais multicor; e sem a calúnia, a agradecida humanidade podia ter enterrado as mais destacadas manifestações.
“Táctica Adversa” garante que as campainhas humanas não permanecem em silêncio. A música das esferas não necessita acompanhamento, mas os insensatos e invejosos supõem que os seus uivos adensam a atmosfera para que as sinfonias da Eternidade não possam alcançar a Terra. Um bom dono de casa, porém, encontra aplicação para todos os restos. Da mesma maneira, pois, deixemos que as tochas da calúnia iluminem o caminho da inabalável acção heróica.

Chamando nossos mensageiros de charlatães, as pessoas atestam sua índole extraordinária. Rudes são as carícias dos animais inferiores. E a rudeza dos representantes da raça que está partindo ultrapassa a época da Idade Média. E não é tanto a baixeza como a rudeza das percepções que faz da massa da humanidade, um material inadequado. Precisamente a rudeza faz surgir a leviandade e sua consequência – a traição.
Portanto, definamos a calúnia como as tochas dos selvagens. Mas durante a caminhada nocturna, qualquer fogo é útil.

22 – Não há juízo mais errado que o que se baseia numa acção evidente. Percebendo apenas o efeito aparente, as pessoas perdem o fio da realidade. O Ensinamento que conduz à fonte da realidade usualmente é chamado de sonho pelas pessoas.
A vida não retém os indícios da concepção, mas demonstra uma evidente decomposição e, facilmente, deixar escapar os valores da concepção. O processo da concepção está deliberadamente oculto; de outro modo, os elementos teriam destruído as sementes da possibilidade.

O Ensinamento contido no livro Agni Yoga foi transmitido a Helena Roerich por Mestre Morya.
   


® http://www.fundacaomaitreya.com

Impresso em 22/6/2021 às 8:23

© 2004-2021, Todos os direitos reservados