Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Nutrição
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Manter o equilíbrio psicossomático é possível através de certos requisitos, e de entre eles, a alimentação. A solução de doenças quando em curso, bem como a sua prevenção, passa por regras de nutrição, que afinal, deveriam já estar incluídas como imprescindíveis, ao bom funcionamento do organismo físico do ser humano.



pág. 1 de 5
Os Germinados

de Vasco Gonçalves

em 25 Jan 2007

  As sementes são verdadeiros acumuladores biológicos de energia solar e cósmica, sob a forma de energia nutritiva e alimentar. No processo de germinação desencadeado pela água, pelo ar e pelo calor dá-se uma verdadeira explosão de enzimas e de outras substâncias biologicamente activas no interior da semente. Os seus elementos latentes que se encontravam adormecidos são desta forma chamados a participar neste processo de desenvolvimento inicial da planta, tornando-se também mais facilmente assimiláveis.

Rebentos de lentilhasO processo de germinação aumenta o teor de vitaminas e faz com que minerais e oligoelementos assumam uma forma mais adequada e aproveitável para o desenvolvimento da planta recém-nascida. Liberta também a energia vital acumulada na semente estimulando desse modo todos os processos biológicos de reprodução celular.
Assim, quando fornecemos a uma semente, água calor e ar na medida certa, tais elementos actuam sobre ela, e o germe adormecido pode então despertar, para recomeçar o seu ciclo vegetal interrompido. Nessa fase a água entra pelo pólo germinativo e o volume da semente aumenta consideravelmente, sua casca se rompe e as substâncias que se encontram dentro dela em estado de dormência entram em intensa actividade. As enzimas armazenadas desencadeiam transformações químicas dando início à fase de crescimento da planta. A proteína armazenada é decomposta em aminoácidos criando-se outros não existentes (pesquisadores americanos descobriram que durante a germinação um processo enzimático transforma aminoácidos não essenciais em essenciais, ou seja, a planta cria novas substâncias). Muitas vitaminas são formadas, principalmente as do complexo B e C e também as vit. D e E. As gorduras são transformadas em substâncias oleosas solúveis e o amido em açúcares mais simples. Assim com este aumento da actividade biológica a concentração de vitaminas e minerais aumenta, e os oligoelementos tornam-se mais facilmente assimiláveis.

Quando nos alimentamos de sementes germinadas, utilizamo-nos dessas reservas de energia cósmica - nutritiva, que não irão reaparecer em concentração semelhante na vida posterior da planta, pois aos poucos ela vai consumindo tais reservas para produzir as suas partes constituintes através das quais se vai alimentar incorporando assim outra qualidade de energia.

Informações gerais para a germinação de sementes

Material
1. Frascos de vidro de boca larga
2. Tela fina de nylon ou gaze de algodão esterilizada (para vedar a boca dos vidros)
3. Elástico (para prender a tela ou gaze ao frasco)
4. Caixas de plástico amplas
5. Peneira ou coador
6. Escorredor da loiça ou algo similar para colocar os frascos
7. Panos grossos e limpos (para cobrir os frascos)

Todo o material utilizado deve permanecer impecavelmente limpo para evitar a proliferação de bactérias.
As gases de algodão não são o ideal para fechar os frascos pois absorvem muita água e podem desenvolver bolores, podendo apenas ser usadas se forem trocadas frequentemente.

Sementes
É essencial para a germinação de sementes que estas provenham de um cultivo biológico, tenham um bom poder de germinação e estejam isentas dos venenos químicos com os quais muitas vezes são tratadas após as colheitas para protecção contra insectos e pragas. Como o período de germinação é muito curto e o período até ao consumo das sementes também o é (e deve mesmo ser) se usarmos tais sementes ingerimos directamente esses venenos.
Luz
Na natureza as sementes germinam na semi-obscuridade da terra.
Para criarmos condições semelhantes devemos cobrir bem os frascos de vidro e lidar com os germinados num ambiente não muito iluminado.

Água
É muito importante usarmos a melhor água possível para o cultivo das sementes, principalmente na fase inicial de absorção em que é essencial que a água seja o mais pura possível.
Para enxaguar as sementes, a água não deve ser fria demais pois estas são muito sensíveis.
Temperatura
A temperatura ideal situa-se por volta dos 21ºC. Em dias quentes as sementes precisam sem falta de ser molhados mais frequentemente.

Ar
É importantíssimo que a circulação de ar dentro do frasco permaneça constante e para tal é importante não obstruir a boca dos frascos ao cobri-los.
Note-se que as sementes devem ser mantidas húmidas mas nunca encharcadas.
O local de germinação deve ser tranquilo, harmonioso, arejado e não muito iluminado.
  (... continua) 
topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®