Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Actividades
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Apresentação do projecto de criação do Mosteiro Budista Theravada da Tradição da Floresta da Tailândia em Portugal.

pág. 1 de 1
Acções - 2011

de Maria Ferreira da Silva

em 02 Jun 2011

  O Mosteiro Budista Theravada ou “Budismo Theravada da Floresta – Comunidade Religiosa”, esteve no começo de ano de 2011, desde Fevereiro até Maio, bastante activo na sua prática monástica. No início de Fevereiro, Ajahn Vajiro, monge sénior designado pelo Sangha internacional para dirigir o Mosteiro em Portugal, orientou um retiro de Meditação no Convento dos Capuchos na Arrábida. Para além de reuniões de trabalho com os directores do MBT (Mosteiro Budista Theravada) para o desenvolvimento do Budismo em Portugal, Ajahn Vajiro divulgou o Dhamma numa palestra na UBP. Foi também recebido na Embaixada da Tailândia com a cerimónia de Dana (oferta de alimentos) incluindo tailandeses residentes em Lisboa.

Acções do Mosteiro Budista Theravada da Floresta em Portugal - 2011

A 20 de Fevereiro Ajahn Sumedho, o Mentor Espiritual do Mosteiro Budista Theravada em Portugal, acompanhado pelo monge sénior Ajahn Pannassaro, iniciou a sua estadia em Portugal de dois meses e meio, dois dos quais passados no Algarve e o resto, na Arrábida. Houve a oportunidade de inter-acção entre leigos e monges, com vários Danas não só por portugueses, como por representantes de outros países, particularmente de tailandeses (comunidade tailandesa no Algarve).

Ajahn Sumedho, enquanto no Algarve, recebeu o monge sénior Ajahn Nyanarato que veio do Mosteiro Amaravati de Inglaterra acompanhado de três leigos para uma estadia de uma semana.
A estadia de Ajahn Sumedho teve também a assistência de senhoras das comunidades da Tailândia e do Sri Lanka residentes em Inglaterra que estiveram no nosso país por algum tempo.

Aquando na Arrábida, também numa casa destinada a acolher Ajahn Sumedho, para além de continuar com o suporte de vários leigos portugueses, recebeu, não só portugueses que se deslocaram para ouvir o Dhamma e pedir bênçãos, como também o novo Embaixador da Tailândia, o Sr. Chakorn Suchiva e a comitiva da respectiva Embaixada de quem desde o inicio do projecto de um Mosteiro em Portugal, temos tido a maior aceitação e colaboração.
A concluir esta estadia dos monges delinearam-se futuras directrizes do Mosteiro Budista Theravada da Floresta em Portugal, com renovado aval de Ajahn Sumedho.

Nesta apresentação das actividades do projecto do MBT, aproveitamos para esclarecer que o estabelecimento de um Mosteiro neste caso, do Budismo Theravada da Floresta se processa por várias fases. A primeira foi instituir formalmente o “Budismo Theravada da Floresta – Comunidade Religiosa” como Pessoa Colectiva Religiosa. Desta forma, em qualquer local do país, com condições apropriadas para que os monges possam divulgar o Dhamma (Ensinamento do Buddha (§)), a prática monástica está em acção. Onde quer que os monges estabeleçam uma inter-acção com os leigos, a comunidade monástica (Sangha) está a cumprir o seu desígnio. Assim, quando enviamos informação, dando a conhecer a actividade dos monges em Portugal, estamos também, a convidar todos os que queiram participar numa colaboração mais presente e activa no Budismo Theravada da Floresta.

O passo seguinte e de suma importância é encontrar um espaço, um terreno que permita a construção dum edifício, sendo esta, naturalmente, uma fase mais demorada, ou ainda uma casa que sirva este propósito. O Mosteiro Theravada da Floresta, tem a sua sede em Cascais, a partir da qual se desenvolvem as dinâmicas, bem como as suas várias formas de concretização, com os escassos meios de que dispomos.

Continuamos a apelar a todos que queiram participar e a contribuir, pois estamos abertos a qualquer colaboração. Deixamos, o nosso agradecimento não só aos monges que estão contribuindo com o seu exemplo no cumprimento do Dhamma, para o enriquecimento do ambiente espiritual em Portugal, como a todos os leigos que estiveram e estão activamente apoiando, não só as práticas monásticas como todo o processo que implica o estabelecimento do Mosteiro.

Deixamos também aqui, renovado agradecimento de todos os membros do “ Budismo Theravada da Floresta – C. R”.
   


topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®