Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Sagrados
Sugestões de Leitura
Especiais
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Em Especiais encontrarão temas que pela sua profundidade, merecem distinção e como tal são jóias preciosas para se guardar religiosamente no coração.

pág. 1 de 1
O encontro com Deus

de Leon Tolstoi

em 13 Ago 2011

  Tolstoi é considerado um dos maiores escritores de todos os tempos. Para além de sua fama como escritor, ficou famoso por tornar-se, já em idade avançada, um pacifista, cujos textos e ideias desafiavam as igrejas e governos, pregando uma vida simples e em proximidade à natureza. Junto a Fiódor Dostoiévski, Gorki e Tchecov, Tolstoi foi um dos grandes da literatura russa do século XIX. Suas obras mais famosas são Guerra e Paz, sobre as campanhas de Napoleão na Rússia, e Anna Karenina, onde denuncia o ambiente hipócrita da época e realiza um dos retratos femininos mais profundos e sugestivos da Literatura.

Há muito tempo, num país distante, vivia um rei que no final da sua vida, tinha sido assaltado por uma certa melancolia.
- Vede – dizia ele -, eu tinha tudo na minha vida o que um mortal podia vivenciar e agarrar com os seus sentidos. Só nunca consegui ver uma coisa: Deus
E o rei ordenou a todos os dignitários, sábios e padres que o levassem para perto de Deus, ameaçando-os com as mais pesadas penas se não o conseguissem no prazo de três dias. Todos os servos do rei ficaram profundamente assustados e ficaram à espera do seu fim próximo. Três dias depois, o rei mandou chamá-los. Porém, a boca dos poderosos, dos sábios e dos padres ficou calada e, quando o rei já os queria entregar ao carrasco, aproximou-se um pastor, vindo do campo, que tinha ouvido falar da ordem do rei. Chegou perto do rei e disse:
- Permita-me, Vossa Alteza, que eu satisfaça o vosso desejo.
- Está bem – respondeu este -, mas não te esqueças que é a tua cabeça que está em jogo!
O pastor levou então o rei para a frente do palácio e apontou para o sol: - Olha para ali – disse ele.
O rei olhou para o sol, mas este ofuscou-o de tal modo que ele fechou os olhos.
- queres que eu cegue? – disse o rei ao pastor.
- Mas, Vossa Alteza, isto é apenas o reflexo da grandeza de Deus. Como é que tu queres ver Deus com os teus fracos olhos? Procura-o com os olhos do coração.
O rei ficou muito agradado com esta resposta e disse ao pastor:
- Reconheço o teu espírito e a grandeza da tua alma. Agora responde-me à minha segunda questão: o que existia antes de Deus?
O pastor hesitou e disse:
- Senhor, não vos zangueis por causa do meu pedido, mas começai a contar!
O rei começou:
- Um, dois…
- Não – interrompeu o pastor -, assim não. Começai com aquilo que vem antes do um.
O rei contrapôs:
- Como é que eu posso fazer isso? Antes do um não há nada.
- Muito bem respondido, Senhor, antes de Deus também não há nada.
Esta resposta ainda agradou mais ao rei do que a primeira, e ele disse ao pastor:
Vou dar-te muitas riquezas, mas antes, responde-me à minha terceira questão: o que é que Deus faz?
O pastor reparou que o coração do rei tinha amolecido.
- Bom – respondei ele -, também posso responder a esta questão.
Só te peço uma coisa: troquemos de vestes por uns instantes.
O rei despiu os sinais da sua realeza, vestiu o pastor com os mesmos e vestiu, ele próprio, uma saia modesta e pendurou em si o saco do pastor. O pastor sentou-se então no trono, pegou no ceptro e apontou com ele para o rei, que estava de pé junto aos degraus do trono:
- Vês, é isto que Deus faz: coloca uns no trono e faz os outros descer!
Em seguida, o pastor tornou a vestir a sua roupa. O rei, no entanto, continua de pé, totalmente absorto. A última palavra deste simples pastor queimava a sua alma. Subitamente, reconheceu o que ele próprio era, na verdade e, cheio de alegria, disse:
- Agora estou a olhar para Deus!
   


topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®