Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Introdução
Vários temas
Peregrinações
Agenda
Notícias
Loja
Directório
Pesquisa
Marco Histórico §
Guia de Sânscrito
NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
As viagens, quando empreendidas com o sentido de peregrinação contribuem para a elevação de Consciência, e o seu efeito espiritual começa, a partir dos primeiros passos, até ao local, ao objectivo.

pág. 1 de 1
Paraíso na Terra

de Smita Singh

em 16 Jun 2012

  Srinagar, a capital de Verão de Jammu e Caxemira é uma cidade de lagos e canais, jardins e pitoresca arquitectura de madeira. As partes antigas da cidade espraiam-se em ambas as margens do rio Jhelum, atravessado por sete pontes. Nos limites da cidade encontram-se os lagos Dal e Nagin, ligados por uma rede de represas. Os imperadores mógois apaixonaram-se pela beleza de Caxemira e contribuiram para a embelzar ainda mais mandando plantar majestosas árvores. Srinagar é uma colagem de imagens – verdes campos de arroz, sinuosos rios, jardins florescendo e lagos margeados por casas flutuantes. Não é de admirar que esta fatia do paraíso era amada por imperadores mongóis.

Visite Srinagar e apaixone-se por esta bonita preciosidade localizada entre magníficas montanhas.

Lagos Nagin e Dal
Os lagos Dal e Nagin são alimentados por nascentes naturais. Os bancos destes lagos possuem incontáveis casas flutuantes lindamente esculpidas. O Nagin é o mais limpo e mais silencioso dos dois lagos. Jardins flutuantes, lavouras de tomates, melões e pepinos, dependendo da estação, são uma visão comum. Conforme o dia amanhece, os lagos tornam-se vivos com shikaras (barcos tradicionais de madeira) carregando vendedores de flores, estudantes e, claro turistas.

Jardins Mongóis
Nishat, Shalimar e Chashma Shahi são três famosos jardins mongóis situados nas margens do Lago Dal. Estes jardins são belamente definidos, com fontes, riachos em cascatas e terraços de gramados. Uma materialização da ideia de paraíso dos imperadores mongóis, eles são extremamente populares para piqueniques e passeios.

Jardim de Tulipas Indira Gandhi (§)
O maior jardim de tulipas da Ásia está localizado nas margens do Lago Dal, no sopé das colinas Zabarwan. O jardim, que floresce durante a primavera, foi feito à semelhança dos jardins de tulipas mundialmente famosos na Holanda. Mais de 2,5 milhões de bulhos de flores foram plantados numa área de 12 acres. As principais cores das flores são vermelho, amarelo, rosa, branco, laranja, azul e magenta.

Mesquita Hazratbal
A mesquita é importante porque contém um a relíquia, que se acredita ser um fio de cabelo do profeta Maomé (§). A mesquita branca com uma beleza de tirar o fôlego é a única mesquita de cúpula em Srinagar. Todas as outras possuem telhados distintos na forma de pagodes.

Pari Mahal
O Pari Mahal foi, em momentos diferentes, uma faculdade jardim sufi, um mosteiro budista e um observatório real, antes de ser convertido numa escola de astrologia por Dara Shikoh (§), o filho mais velho do imperador mongol Shah (§) Jahan. O Mahal possui um jardim encantador e está a cinco minutos de carro de Chashma Shahi.

Forte Hari ParbatCoroando o topo da colina Hari Parbat, este forte, situado para além do lago Nagin, foi iniciado por Akbar, mas concluído pelo Durranis. Pouco resta de sua antiga glória, mas as muralhas ainda são impressionantes, e os aposentos antigos dentro da fortaleza, embora em estado de ruína, ainda transmitem a grandeza deste retiro de verão mongol.

Templo ShankaracharyEste marco único de Srinagar está localizado numa colina chamada Takht-Suleiman, cerca de 1.000 metros de altura. Há degraus de pedra que o levam directo ao topo, onde está um pequeno templo dedicado ao deus Shiva. Este templo foi construído em memória do grande santo Adi Shankaracharya, que partiu de Kerala para Caxemira há cerca de 1.200 anos.

Culinária de CaxemiraUma viagem para Srinagar é incompleta sem degustar a culinária da região. A maioria dos estabelecimentos para uma boa refeição está localizada em Lal Chowk ou na avenida ao longo das margens do Lago Dal. Entre as iguarias estão o rogan josh, gushtaba, tabakmaaz e kanti. Depois da refeição experimente um kahwah – bebida tradicional feita a partir de folhas de chá verde, açafrão, canela e cardamomo.

Cortesia daRrevista India Perspectives
   


topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®