Homepage
Spiritus Site
Início A Fundação Contactos Mapa do Site
Bem-vindo
   Missão
   Agenda
   Notícias
   Loja
   Directório
   Pesquisa
   Marco Histórico §
   Guia de Sânscrito
   NEW: English Texts
Religião e Filosofia
Saúde
Literatura Espiritual
Meditação
Arte
Vários temas
Mosteiro Budista
Dificuldades na leitura? Experimente a versão não acentuada.
pág. 1 de 1
“Não há nenhum Deus. Sou ateu”

de Maria

em 06 Out 2014

   Se dúvidas restassem, Stephen Hawking cortou-as definitivamente pela raiz: “Não há nenhum Deus. Sou ateu. A religião crê nos milagres, mas estes não são compatíveis com a Ciência”. A posição, clara e sem margem para dúvidas, foi dada na entrevista que o jornal espanhol El Mundo publica este domingo. Nela, o cientista britânico voltou a descartar a possibilidade de Deus ser o criador do Universo, ao contrário do que aparentemente chegara a defender. “No passado, antes de entendermos a Ciência, era lógico crer que Deus criou o Universo. Mas agora a ciência oferece uma explicação mais convincente. O que quis dizer quando disse que conheceríamos a ´mente de Deus’ era que compreenderíamos tudo aquilo de que Deus seria capaz se existisse. Mas não há nenhum Deus”.

«Stephen Hawking voltou a descartar a possibilidade de existência de Deus, numa entrevista ao diário espanhol El Mundo

De resto, o autor do célebre Breve História do Tempo, sobre os limites do nosso conhecimento da astrofísica, da natureza do tempo e do Universo, mostra-se dono de uma “fé inquebrantável” no poder da Ciência para desvendar os mistérios do Universo. “Creio que conseguiremos entender a origem da estrutura do universo. Aliás, estamos perto de conseguir este objectivo. Na minha opinião, não há nenhum aspecto da realidade fora do alcance da mente humana”, declarou». Notícia do Jornal Público,

Sentença redutora! Não há Deus!
Porque razão temos de acreditar na opinião de uma pessoa só porque ela é mundialmente conhecida? Quem manipula quem? Um Ser que há longos anos vive uma atrofia física tem naturalmente uma “atrofia” (bloqueio, condição sofredora) no coração. Um ser humano só pode reconhecer Deus (dizer Deus existe) pelo seu sentir interior, pelo seu coração. Não é a ciência, enquanto comunidade, que iria algum dia comunicar ao mundo a existência de Deus. A comunidade científica é constituída por diversos seres de todos os cantos do mundo, das mais diversas confissões religiosas e de sistemas educativos e, com múltiplas opiniões, onde só cada um apenas pode responder por si, e não obedecendo a um conceito imposto pela profissão.
Esta notícia absolutamente manipuladora de massas, pretende atacar as religiões e gerar dúvidas, levando em conta os últimos conflitos desencadeados pelo terrorismo em nome de Deus, ou pretende chamar estúpida a toda a humanidade?

É óbvio que para se acreditar em Deus não é necessário pertencer a qualquer religião, porque passa pela realização interna de cada um e, só esta, pode dar a certeza da Sua Existência. Pena, que uma parte considerável de seres que à partida diríamos avançados mentalmente, façam o mesmo que os “retardados”: manipular a opinião pública! Esta tentativa de manipulação mental da parte da comunidade científica é tão terrífica quanto o próprio terrorismo. (Com a notícia vem a imagem do cientistas com dezenas de colegas).

A ciência aposta em ser o arauto do materialismo deste planeta – para oferecer o quê? Que a matéria engendrou o homem e que o homem é o rei da selva, tal um Tarzan? Parece que toda a capacidade humana, mediante o esforço no melhoramento de si mesmo, fica reduzida a uma vida materialista sem objectivo superior.

As várias civilizações que já existiram tiveram sempre por base o respeito e o alento religioso, onde podemos incluir a nossa de há dois mil anos, iniciada com o Cristianismo, que impulsionou a cultura, a ciência, enfim, a vida humana no seu todo, onde as maiores descobertas científicas se ficaram a dever a homens de fé, tal Galileu e Newton. Os avanços da ciência de hoje devem-se, especialmente, a uma constelação de seres, que pela espiritualidade e confiança em Deus ofereceram ao mundo o fruto das suas investigações suportadas no saber, mas também na fé pelas próprias experiências muito pessoais de Deus.

Quem pode negar Deus quando O realiza?
Mas há escuridão para o olho que conheceu a Luz?
     


topo
questões ao autor sugerir imprimir pesquisa
 
 
Flor de Lótus
Copyright © 2004-2017, Fundação Maitreya ® Todos os direitos reservados.
Consulte os Termos de Utilização do Spiritus Site ®